Romaria de Frei Damião, em Araripe, volta a ser presencial

Compartilhe:

A Romaria de Frei Damião, durante a qual devotos festejam o nascimento dele, voltou a ser presencial em Araripe, a 104 km de Crato. Ano passado, por causa da pandemia de Covid-19, a festa religiosa foi suspensa.

No fim da tarde desta sexta- feira, dia 5 de novembro, peregrinos subiram à Cruz do Monte, localizada numa parte alta da cidade, de onde é possível contemplar o por do sol, para participar da missa campal que concluiu a Festa de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro e celebrou 123 anos de nascimento do frade italiano, a quem a piedade popular concedeu o título de “santo do Sertão”. A concentração começou em frente à Igreja Matriz de Santo Antônio. De lá, os fiéis partiram rezando e cantando. O percurso teve duração de 1 km. A Cruz do Monte foi erguida pelo próprio Frei Damião ao passar pelo município, em 1935.

Segundo o pároco, Padre Vileci Vidal, a devoção manifestada em romaria começou um ano após a morte do capuchinho, em 1998, quando memória dele encontrou lugar especial no coração do povo.

<< A missa foi presidida pelo administrador diocesano, Padre José Vicente Pinto, concelebrada pelo pároco local, Padre Vileci Vidal, e Padre Edpo Israel, vigário paroquial >>

Para saber mais

Frei Damião de Bozzano era italiano e chegou ao Brasil em 1931, onde dedicou-se à evangelização por 66 anos, vivendo a maior parte do tempo no Nordeste, principalmente em Recife, no Pernambuco, passando pelo município de Araripe, no Ceará, entre 1987 e 1989. Faleceu em 1997 e teve o processo de beatificação aberto em janeiro de 2013. Em 2019, foi considerado “venerável” pelo Vaticano.

Conhecido pelo dom de ouvir as pessoas, em confissão, os relatos dão conta de que Frei Damião sentava-se num pequeno banco de madeira, pousava as mãos sobre os joelhos e inclinava a cabeça, acolhendo os penitentes de maneira calma e tranquila. E permanecia nessa posição por horas a fio, fazendo apenas pequenos intervalos para tomar um café muito forte que o ajudava a se manter atento e firme. Essa disponibilidade, no entanto, custou-lhe a própria saúde: uma sobrecarga no pescoço e na coluna.

Veja a galeria completa: https://diocesedecrato.org/romaria-de-frei-damiao-em-araripe-2021/

Por: Patrícia Mirelly/Assessoria de Comunicação

Posts Relacionados

Facebook

Instagram

Últimos Posts