Pe. Edpo Israel Loula Teixeira

Compartilhe:

DADOS DO SACERDOTE

Nome: Pe. Edpo Israel Loula Teixeira

Cidade: Bodocó (PE)

Data de Nascimento: 10 de agosto de 1992

Ordenação Diaconal: 25 de janeiro de 2020

Ordenação Sacerdotal: 12 de dezembro de 2020

Lema Presbiteral: “Cor et anima una – Um só coração e uma só alma” (At, 4,32)

ESTUDOS

  • Cursou Filosofia (2012-2014) e Teologia (2015-2017) no Instituto Diocesano de Filosofia e Teologia da Diocese de Crato, tendo concluído o curso teológico no Centro Universitário Unicatólica de Quixadá (CE), em 2019.

 

FUNÇÕES

  • Membro da equipe dos Mestres de Cerimônias da Diocese de Crato.
  • Vigário paroquial na Paróquia Santo Antônio, em Araripe (CE), desde 25 de março de 2021.

 

Brasão Presbiteral

Descrição heráldica

Escudo pleno de blau (azul). No coração do escudo está um coração ao natural, encimado por chamas de jalde (ouro), circundado por uma coroa de espinhos de sinopla (verde) em faixa; em seu lado uma chaga aberta transpassada por uma pomba da sua cor. De sob o referido coração brota um feixe de raios de jalde (ouro). Em ponta duas pombas da sua cor voantes. Timbrando o escudo, o chapéu prelatício, cordões e borlas de sable (preto). As borlas, em número de duas, dispostas uma por parte. Sob o escudo um listel de argente (branco) avessado de goles (vermelho) com o mote “COR ET ANIMA UNA” em letras de sable (preto).

Interpretação

O campo azul reflete a pureza e o papel singelo e significativo da Virgem Maria, modelo de mulher, mãe e discípula, que se entregou sem reservas à vontade divina e que continua presente na vida da Igreja, Corpo Místico de Cristo.

O Coração ferido de Cristo é símbolo do extremo amor de Deus pela humanidade, que cercado de espinhos evoca a indiferença dos homens à sua entrega suprema, esta doação total na cruz e amor infinito que a chaga aberta recorda. O próprio Coração está ardendo em chamas, revelando que o seu amor não está somente no passado, mas permanece vivo hoje e agora. Dele saem raios luminosos, que é a ação do Espírito Santo a iluminar a cada um de nós com este mesmo amor.

As pombas que circundam o Coração do Senhor são símbolo universal da paz, recordando também pureza, simplicidade, harmonia, esperança e felicidade reencontrada; com sua brancura imaculada, representam aquilo que o homem possui de imperecível e impalpável, o princípio vital, a alma. Impulsionada, a alma se movimenta em direção ao Coração Sagrado, fonte de unidade plena, penetra seu interior e a Ele se conforma, ao passo que o Senhor acolhe a alma peregrina para um novo modo de viver.

“Cor et anima una”: “Um só coração e uma só alma” (At 4,32). A descrição dos primeiros cristãos revela o desejo atual de uma comunidade marcada pela união de coração e de alma. Que na Igreja, nossa Mãe, todos os filhos, como na comunidade primitiva, tenham um só coração, vontade e espírito, para que até o fim dos séculos se cumpra de verdade as palavras da Escritura.

 

Posts Relacionados

Facebook

Instagram

Últimos Posts