Paróquia de Assaré acolhe novo pároco

Compartilhe:

Sob os olhares pressurosos e atentos de ao menos uma centena de fiéis que ocuparam a capacidade máxima permitida da Igreja Matriz e dos inúmeros internautas que acompanhavam a transmissão da Santa Missa, a Paróquia de Nossa Senhora das Dores, localizada em Assaré, acolheu na noite da última quinta feira (15) o Padre Lindoval José da Silva, nomeado pároco – o 17ª na linha sucessória – pelo então bispo diocesano de Crato, Dom Gilberto Pastana. 

A provisão de pároco que foi lida na celebração eucarística pelo vigário paroquial Padre Jerfeson Santos data de 1º de junho de 2021, um dia antes do anúncio oficial da nomeação de Dom Gilberto para a Arquidiocese de São Luís/MA, e prevê ao menos seis anos de paroquiato. Em virtude da sede vacante, o rito de Posse Canônica foi conduzido pelo Padre José Vicente Pinto, cura da Catedral Nossa Senhora da Penha de Crato e então vigário geral da Diocese. A liturgia eucarística contou com a participação de alguns sacerdotes, a exemplo do Monsenhor José Honor Brito Filho e do Padre Antonio José do Nascimento, pároco de Antonina do Norte e vigário da Forania Mártir Benigna, da qual a Paróquia de Assaré faz parte.

Após cerca de 11 anos residindo na Diocese de Viseu, em Portugal, o novo pároco, que é natural do distrito de Ingazeira no município cearense de Aurora, assume o governo paroquial de Assaré com a missão de dar continuidade ao trabalho evangelizador iniciado por seus antecessores. A dimensão missionária já presente no âmbito paroquial é algo relevante na visão do padre e por isso a sua alegria em forma de gratidão foi expressada ao final da celebração. “Eu me alegro com vosso serviço, com vosso trabalho, com vossa dedicação”, afirmou.

Confira os momentos da celebração clicando aqui.

Para assistir na íntegra toda a Celebração, acesse nosso canal no YouTube.

Para saber mais

A Paróquia de Nossa Senhora das Dores, quase bicentenária, teve como pároco (com o menor tempo de serviço) o Pe. Antonio Araújo no ano de 1933. No entanto, o sacerdote que permaneceu em Assaré como pároco foi o Pe. Agamemnon Coêlho, cujo ministério durou 42 anos, entre o ano de 1938 e 1980, ano de seu falecimento no dia 1º de julho.

Após a virada do milênio, apenas o Pe. Joaquim Ivo Alves dos Santos e o Pe. Ronaldo do Nascimento Oliveira estiveram à frente da Paróquia por mais de 05 anos, sendo, 08 e 07 anos, respectivamente.

Colaboração: Pascom Assaré

 

Posts Relacionados

Facebook

Instagram

Últimos Posts