Missa exequial de Padre Francisco Sales: Coração e vida ofertados à Missão

Compartilhe:

Na manhã desta quinta-feira, 10 de junho, a Diocese de Crato se despediu do Padre Francisco Sales Pereira. Padre Sales, assim carinhosamente chamado por todos, realizou a sua Páscoa no dia anterior, aos 55 anos.

O funeral começou logo cedo, em Crato, com o translado do corpo passando pela frente da casa de sua família, em carro fechado. Chegando em frente à Sé Catedral Nossa Senhora da Penha, aconteceu o Rito das Exéquias. Após as orações, enquanto o cortejo fúnebre seguia para o sepultamento, o povo que se encontrava nos arredores da Igreja homenageou o sacerdote com palmas.

Em seguida, uma Missa foi rezada, celebrando a Esperança de que o sacerdote, cumprindo sua vida terrena, foi acolhido pelo Pai.  A cerimônia foi presidida pelo Administrador Diocesano, Dom Gilberto Pastana, e concelebrada por representações dos presbíteros da Diocese. Como a morte do Padre Sales se deu em decorrência da Covid-19, as medidas sanitárias orientam que o funeral não seja demorado e que a missa exequial seja rezada sem a urna funerária.

Um padre disponível

Em sua fala, Dom Gilberto recordou a disponibilidade do Padre Sales em cumprir com sua missão de pastorear e cuidar do povo de Deus. Sempre solícito, o sacerdote que durante quinze anos conviveu nesta diocese, sempre foi ao encontro daqueles que dele necessitavam. “Padre Sales cumpriu a sua missão. Ele viveu nessa Diocese, conviveu com seus irmãos no sacerdócio por quinze anos, quando aqui chegou e foi acolhido nesse presbitério. Exerceu a missão que Deus lhe confiava em várias paróquias desta Igreja diocesana. Ele era um padre disponível. Apesar da sua fragilidade física, sempre se dispôs ao serviço de ser missionário do Senhor”, ressaltou.

A força era também uma de suas muitas características marcantes, e que ficará na memória daqueles que com ele conviveu. “Foi um homem muito forte e que resistiu o quanto pôde, até chegar a hora das promessas que Senhor nos fez. É essa a certeza que queremos celebrar, de que o Senhor o conduziu para estar com Ele. E nós, que aqui ficamos, agradecemos a sua presença no nosso meio e das pessoas que tiveram a possibilidade de conhecê-lo e de viver com ele”, disse o bispo.

Homenagens

Desde o comunicado do falecimento, várias homenagens foram feitas, sobretudo nas redes sociais, em agradecimento ao ministério e serviço do Padre Sales. Também ao final da Celebração Eucarística, uma mensagem enviada da Arquidiocese de Manaus, onde o sacerdote foi ordenado há 23 anos, foi lida.

Leia a mensagem na íntegra:

 

ARQUIDIOCESE DE MANAUS

Vossa Excelência Dom Gilberto Pastana

Dona Francisca Maria da Silva, Mãe de Pe. Sales

Familiares e amigos

Clero da Diocese do Crato

Irmãos e irmās

Paz e Bem!

Padre Francisco Sales Pereira da Silva fez a passagem, celebrou a Páscoa por ter seguido a Jesus. O seguimento o levou a ser presbítero, colocando-se à serviço dos irmãos e das irmãs. Apresentou às comunidades a Jesus, a Palavra do Pai, celebrou com elas a Eucaristia, distribuiu a misericórdia no perdão dos pecados. Somos agradecidos pela vida e ministério de Pe. Sales. Deus no seu amor o acolha e conceda a graça da misericórdia.

Nossa gratidão à Diocese do Crato que o acolheu depois de ter exercido o seu ministério presbiteral na Arquidiocese de Manaus; gratidão aos presbíteros que o receberam e possibilitaram o exercício do ministério sacerdotal junto às comunidades. Deus abençoe a gratuidade e a generosidade.

À mãe, dona Francisca Maria, e os demais familiares, o agradecimento da Arquidiocese de Manaus pela receptividade e calor familiar que ofereceram ao Pe. Sales. De coração muito obrigado. Ele se sentia acolhido, amado, confortado. Ao telefonar e escrever dizia sentir-se em casa e bem cuidado.

Agradecimento a todas as pessoas que estiveram ao seu lado no tempo da doença, especialmente no agravamento do COVID19: médicos, enfermeiras/os, familiares. No sofrimento, a proximidade é o melhor remédio. Deus abençoe a todos pelo cuidado.

Deus que é rico em misericórdia, Ele que é misericórdia, conceda a este nosso irmão c filho a graça do Reino definitivo, o convívio da Trindade. Nós que continuamos o caminho em busca da casa do Pai rezemos e nos consolemos. Nossa Senhora Imaculada, nos acompanhe!

Dom Gilberto e Dona Francisca Maria, Deus abençoe!

Manaus, 9 de junho de 2021.

Dom Leonardo Ulrich Steiner

Arcebispo Metropolitano de Manaus

 

 

Por Jornalista Mychelle Santos / Assessoria de Comunicação

 

 

Posts Relacionados

Facebook

Instagram

Últimos Posts