Domingo de Páscoa: “Eis o Dia que o Senhor fez para nós” (Sl. 117,24)

Compartilhe:

Eis o Dia que o Senhor fez para nós. Exultemos e cantemos de alegria” (Sl. 117,24).

Depois de termos percorrido um Itinerário Quaresmal longo e frutuoso, com Oração, Jejum e Caridade, em atitudes de sincera e necessária conversão, reconciliação com Deus e com os irmãos, adentramos no Tempo Pascal com a riqueza incomensurável da salvação que nos foi dada em Nosso Senhor Jesus Cristo.

Aquele com o qual partilhamos o Pão na Última Ceia, que vimos envolto em sangue, tomado pelas dores da morte na Sexta-feira, Aquele que velamos respeitosamente no silêncio da morte no Sábado, agora o proclamamos Ressuscitado, Vivo, Vitorioso!

Ressurreição é vida nova. Por isso, esqueçamos as coisas passadas. Não procuremos entre os mortos Aquele que é a Vida (Lc. 24,5-6 / Jo. 20,1). Com Cristo ressuscitado nasceu o “ser humano novo”, revestido de ressurreição. Se Cristo ressuscitou, ressuscitaremos também nós, membros de Seu Corpo glorioso. É justo e necessário, portanto, nos esforçar para alcançar as coisas do alto como afirma São Paulo na segunda leitura de hoje (Cl. 3,1-4) Por isso, vivemos já ressuscitados na fé e na esperança. Pelo Batismo somos testemunhas da ressurreição. A Ressurreição de Jesus é verdadeiro movimento de amor, entusiasmo incontido de fé, sinfonia de amor divino, que é enviada pelo Espírito Santo aos corações mais endurecidos e descrentes no amor de Deus para que despertem do sono letárgico da acomodação e da descrença.

            Como os discípulos de Emaús é o momento de sentir o nosso coração arder (Lc. 24, 13-35) e fixar nossos olhos em Jesus (Hb.12, 2). É tempo de uma fé Pascal! Uma fé transbordante de amor para com o Ressuscitado que se manifesta em ações concretas, e que se torna missão. Contemplamos esta vivência na atitude das mulheres no evangelho (Jo. 20,1-9). Elas são as primeiras discípulas a anunciar a Ressurreição. Por meio delas, os apóstolos encontram o túmulo vazio. A pano que tinha estado sobre a cabeça de Jesus e que foi cuidadosamente dobrado, os fez compreender que o senhor havia verdadeiramente ressuscitado. A fé Pascal, iniciada pelos discípulos no encontro com o Ressuscitado, é a fé que todos nós cristãos devemos continuamente amadurecer em nossa vida pessoal e pastoral, vivendo a vida nova do Batismo, com o selo do Espírito, na fidelidade ao Pai, prolongando a vida e ação de Jesus.

Na certeza desta vida nova recebida em Cristo, renovemos nossa própria vida! “Se ressuscitastes com Cristo, esforçai-vos para alcançar as coisas do alto, onde Cristo está sentado à direita de Deus!” (Cl.3, 1-4) Vivamos, portanto, uma vida nova em Cristo! Viver sua vida de ressuscitado é viver numa perspectiva nova, viver com o olhar a partir da Eternidade, mas com o coração e os pés na vida terrena. Nós vislumbramos esta vivência de pessoa ressuscitada, isto é, transformada pelo amor divino, na atitude de Pedro na primeira leitura (At. 10,34ª.37-43). O Pedro que surge falando a uma grande multidão, não mais aquele homem impulsivo cujas palavras são guiadas por emoções efêmeras ou aquele que treme de medo diante da pergunta de que ele seja discípulo de Jesus. Pedro, marcado pela força da ressurreição, proclama e professa sua fé em Cristo Jesus.

Com Cristo, por Cristo e em Cristo na Unidade do Espírito Santo, Deus Pai “renova todas as coisas” (Ap. 21, 5). A partir da sua ressurreição, temos certeza de que Cristo está no meio de nós, vive em nós, está na Igreja, na Palavra e na Eucaristia. Está em cada ser humano. Cabe a cada um de nós encontrá-Lo, fazer experiência da Sua presença, entrar no Seu Coração ressuscitado, para viver sem cessar a alegria pascal e ir ao encontro dos nossos irmãos e como os discípulos naquela noite em Emaús proclamar: “O Senhor ressuscitou verdadeiramente!” (Lc. 24, 34).

“Rainha do Céu alegrai-vos, Aleluia! Porque aquele que merecestes trazer em vosso puríssimo ventre, Aleluia! Ressuscitou como disse, Aleluia! Rogai a Deus por nós, Aleluia”. (Oração para o meio-dia do tempo pascal)

Pe. Paulo Sérgio Silva

Paróquia Nossa Senhora da Conceição – Farias Brito

 

 

Posts Relacionados

Facebook

Instagram

Últimos Posts