Diante de Jesus Eucarístico, fiéis iniciam um novo ano

Compartilhe:

A maioria das pessoas escolhe o último dia do ano para estar com a família, ou decidem viajar com os amigos. Há, porém, quem escolha consagrar o novo ano a Deus. Para louvar ao Senhor pela passagem de mais um ano, os fiéis, embora em número reduzido, participaram da Santa Missa, na Sé Catedral, em Crato. Presidida pelo bispo diocesano, Dom Gilberto Pastana, a Santa Missa foi concelebrada pelo cura da Catedral, Padre José Vicente Pinto, e o vigário paroquial, Padre Francisco José Bezerra.

Em comunhão com toda a Igreja, neste dia 31 de dezembro, celebraram as Primeiras Vésperas da Solenidade de Maria Mãe de Deus. Na procissão de entrada,  a imagem  da “Mãe do Belo Amor”, a quem a Diocese de Crato venera piedosamente, convidava os fiéis a contemplar a figura daquela que, com o seu sim a Deus, trouxe ao mundo o Salvador.

Em sua catequese, Dom Gilberto, refletiu os acontecimentos que marcaram este ano de 2020, e os  ensinamentos deixados, sobretudo a importância do cuidado do próximo, construindo uma sociedade mais fraterna. “Neste tempo, em que a barca da humanidade, sacudida pela tempestade da crise, avança com dificuldade à procura de um horizonte mais calmo e sereno, o leme da dignidade da pessoa humana e a bússola dos princípios sociais fundamentais podem consentir-nos de navegar com um rumo seguro e comum”, disse. Com votos de um ano mais próspero e de Paz, fez um convite a manter os olhos fixos em Maria, “Entrega do Mar” e “Mãe da Esperança”.

Ainda nesse espírito de recordação, diante do Santíssimo, o bispo diocesano fez memória dos acontecimentos e marcos para a Diocese de Crato, como o centenário da imagem de Nossa Senhora da Penha, padroeira da Diocese, o trabalho da Pastoral de Comunicação nas paróquias, o Simpósio sobre o Padre Cícero Romão, dentre outros. Entre os repiques dos sinos e o barulho dos fogos que cortavam o Céu da “terra de Alencar”, a meia-noite o bispo erguia o Ostensório, abençoando todo o povo e entregando o novo ano de 2021 ao Cristo que é ontem, hoje e sempre.

Para Leonice da Silva que, todos os anos, participa da celebração da passagem do ano, um pedido especial para este novo ano: “Queremos um ano com mais saúde. O desejo que eu tenho que essa doença possa acabar, e que todos nós possamos ter saúde e paz”, contou.

Para acessar a galeria de fotos, clique aqui.

Por Jornalista Mychelle Santos / Assessoria de Comunicação

Posts Relacionados

Facebook

Instagram

Últimos Posts