Brasileiros entre os nomeados para a Congregação para o Culto Divino

Compartilhe:

O arcebispo de São Sebastião do Rio de Janeiro, Cardeal Orani Tempesta, o arcebispo de Porto Alegre, Dom Jaime Spengler, e o bispo de Paranaguá, Dom Edmar Perón, estão entre os novos membros da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos do Vaticano.

A Santa Sé divulgou nesta quarta-feira, 1º, os nomes de todos os membros nomeados pelo Papa Francisco para a congregação. O grupo tratará de tudo o que diz respeito à Sé Apostólica relativamente à promoção e regulamentação da Liturgia e, acima de tudo, dos Sacramentos.

Cardeais

Entre os cardeais escolhidos pelo Santo Padre estão o prefeito da Congregação para a Evangelização dos Povos, Cardeal Luis Antonio G. Tagle; o arcebispo de Yangon (Myanmar), Cardeal Charles Maung Bo, S.D.B; e o arcebispo de Montevidéu (Uruguai), Cardeal Daniel Fernando Sturla Berhouet, S.D.B.

Também foram nomeados para a congregação o arcebispo de Chicago (Estados Unidos da América), Cardeal Blase Joseph Cupich, o arcebispo de Rabat (Marrocos), Cardeal Cristóbal López Romero, S.D.B; o arcebispo de Santiago do Chile (Chile), Cardeal Celestino Aós Braco, O.F.M. Cap; e o prefeito do Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida, Cardeal Kevin Joseph Farrell.

O esmoleiro apostólico, Cardeal Konrad Krajewski; o secretário-geral do Sínodo dos Bispos, Cardeal Mario Grech; o prefeito da Congregação para as Causas dos Santos, Cardeal Marcello Semeraro; também foram escolhidos pelo Pontífice.

Bispos

Entre os bispos que integrarão a Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos estão: o prefeito da Congregação para o Clero, Dom Lazzaro You Heung-sik; o presidente do Pontifício Conselho para os Textos Legislativos, Dom Filippo Iannone, O. Carm; e o secretário Adjunto da Congregação para a Doutrina da Fé, Dom Joseph Augustine Di Noia, O.P.

Completam a lista o secretário da Congregação para os Bispos, Dom Ilson de Jesus Montanari; o arcebispo de Albi (França), Dom Jean Legrez; o arcebispo de Jalapa (México), Dom Jorge Carlos Patrón Wong; o arcebispo de Burgos (Espanha), Dom Mario Iceta Gavicagogeascoa; o bispo de Hamilton (Canadá), Dom David Douglas Crosby, O.M.I.; e o bispo de Aberdeen (Grã-Bretanha), Dom Hugh Gilbert, OSB.

Cardeal Orani Tempesta

O Cardeal Orani Tempesta foi nomeado arcebispo de São Sebastião do Rio de Janeiro em 27 de fevereiro de 2009. Em 19 de abril de 2009 tomou posse. Ele exerce o ofício de Presidente do Regional Leste 1 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil desde 12 de maio de 2011.

Criado Cardeal do Título de Santa Maria Mãe da Providência em 22 de fevereiro de 2014, foi nomeado membro do Pontifício Conselho para os Leigos e membro da Congregação para a Educação Católica em 26 de abril daquele mesmo ano.

Em 29 de julho de 2014 foi nomeado Membro da Congregação para a Evangelização dos Povos e em 2021 foi nomeado Membro da Pontifícia Comissão para a América Latina.

Dom Jaime Spengler

Dom Jaime Spengler foi nomeado bispo em 2010 pelo Papa Bento XVI. A ordenação episcopal, presidida por Dom Lorenzo Baldisseri, Núncio Apostólico no Brasil, ocorreu dia 5 de fevereiro de 2011, na Paróquia São Pedro Apóstolo, em Gaspar.

O prelado é arcebispo metropolitano de Porto Alegre desde 18 de setembro de 2013, quando foi nomeado pelo Papa Francisco. Desde maio de 2019 é o 1º vice-presidente da CNBB.

Dom Edmar Péron

No dia 30 de dezembro de 2009, Dom Edmar Perón foi nomeado pelo Papa Bento XVI como bispo-auxiliar da Arquidiocese de São Paulo. Tomou posse no dia 14 de março de 2010.

Foi nomeado bispo da diocese de Paranaguá (PR) em 2015, pelo Papa Francisco. É membro da Comissão Episcopal Pastoral para a Liturgia da CNBB desde 25 de junho de 2011. Em 2019 foi eleito presidente desta mesma comissão.

 

Fonte: noticias.cancaonova.com

Posts Relacionados

Facebook

Instagram

Últimos Posts