Às vésperas de partir para nova missão, Dom Gilberto recebe homenagens

Compartilhe:

A três semanas da transferência para a Arquidiocese de São Luís (MA), Dom Gilberto Pastana de Oliveira recebeu neste domingo, 20 de junho, homenagens da Basílica Santuário Nossa Senhora das Dores, de Juazeiro do Norte, da nação romeira e dos poderes executivo e legislativo do Crato.

Os agradecimentos e outorgas de honra ao mérito aconteceram respectivamente ao fim da missa das seis da manhã, na Capela do Socorro, em sufrágio da alma do Padre Cícero Romão, e na missa das nove da manhã, na Sé Catedral de Crato, em alusão aos cinco anos em que Dom Gilberto esteve à frente da Igreja romeira e missionária de Crato.

<< Homenagens recebidas na Capela do Socorro, ao fim da tradicional missa do dia 20. Fotos: Rozelia Costa>>

“Força na missão e conte conosco, com as nossas orações. Estamos felizes porque o senhor vai em missão e a itinerância faz parte da nossa missão”, desejou o pároco e reitor da Basílica, Padre Cícero José.

Autoridades como o prefeito de Juazeiro do Norte, Glêdson Bezerra (Podemos), também desejaram bom êxito na missão. “O nosso peito é cheio de gratidão e a gente aproveita para desejar ao senhor cada vez mais força e sabedoria para conduzir o povo bom da Arquidiocese de São Luís”.

O prefeito do Crato, José Ailton Brasil (PT), concedeu a mais alta honraria do Poder Executivo, a medalha do mérito Bárbara de Alencar, heroína da Revolução Pernambucana de 1817, avó do escritor José de Alencar e tida como a primeira presa política do Brasil, cujo corpo está sepultado na capela de Poço das Pedras, atual distrito de Itaguá, em Campos Sales. Ele disse que Dom Gilberto se destacou por sua sabedoria, humildade e personalidade agregadoras na “contribuição dada à pregação do Evangelho e da fé, o lado social e crescimento do município. Fez a diferença, quebrou obstáculos e soube liderar”.

<<Entrega de comenda e medalha de honra ao mérito na Catedral de Crato. Fotos: Mychelle Santos>>

O presidente da Câmara Municipal, Vereador Florisval Sobreira Coriolano, ressaltou os elementos que levaram os parlamentares a outorgarem a Comenda Frei Carlos Maria de Ferrara. “É um símbolo que homenageia aquelas pessoas que contribuem para a história do Crato, como assim fez Dom Gilberto Pastana. A Câmara Municipal, pelo relevante serviço prestado na Diocese e na comunidade cratense, presenteia essa pessoa tão importante com essa comenda”, afirmou.

Sensibilizado pelas homenagens à sua nova missão espiritual e pastoral, o arcebispo eleito recordou que os cinco anos passados na Diocese de Crato foram “de profunda convivência e identificação com essa realidade romeira e pastoral”, lembranças que levará no coração, unido na mesma causa que é o Reino de Deus.

Saiba mais

Na mesma ocasião, o município do Crato, fundado por Frei Carlos Maria de Ferrara, capuchinho italiano, nascido há 315 anos, recordou os 257 anos de fundação. O aniversário natalício (97) e de ordenação episcopal de Dom Newton Holanda Gurgel (42), quarto bispo diocesano, para quem um busto foi dedicado na Praça da Sé, ao lado dos antecessores, Dom Quintino Rodrigues, Dom Francisco de Assis Pires e Dom Vicente de Paulo Araújo Matos. Também foram celebrados em ação de graças, assim como a conclusão da 36ª Semana do Migrante, promovida pela Cáritas Diocesana.

 

Por: Patrícia Mirelly com fotos de Rozelia Costa e Mychelle Santos

Posts Relacionados

Facebook

Instagram

Últimos Posts