Arcebispo do Rio profere conferência virtual e destaca atuação pastoral do Padre Cícero

Compartilhe:

A romaria que recorda o 86º ano de falecimento do Padre Cícero Romão Batista precisou ser adaptada, em razão da pandemia do novo coronavírus, mas nem por isso os afilhados e devotos perderam o fervor. Ao contrário. Ele foi acentuado em conferência proferida pelo Cardeal Orani João Tempesta, arcebispo do Rio de Janeiro, nesta sexta-feira, dia 17 de julho, que tratou do cuidado pastoral da Igreja à luz dos ensinamentos do patriarca do Nordeste. A conferência concluiu o primeiro dia da “Romaria Virtual”.

Norteando sua fala a partir da carta do Cardeal Pietro Parolin, escrita “por expressa vontade do Papa Francisco”, enviada à Diocese de Crato em 2015, Dom Orani disse que Padre Cícero evangelizou, comunicou a fé e aproximou os fiéis dos sacramentos, promovendo a participação ativa na igreja, reforçando os vínculos de devoção, principalmente a Nossa Senhora, a quem veneram sob o título de Nossa Senhora das Dores. E, “mesmo depois, no silêncio obsequioso, procurou viver sua vida como bom cristão, sendo padrinho, sentindo com o povo e sendo Igreja”. Tudo isso, disse o Cardeal, é sinal e inspiração para todos na Igreja de hoje, pastores e leigos. “Se nós demos alguns passos naquelas questões que ele sofreu na sua época, nós vemos que, no coração do povo, é um homem de Deus que nos transmite esses ensinamentos importantes”, afirmou.

A Conferência de Dom Orani foi um reforço à religiosidade popular expressa pelos romeiros e à atuação pastoral da Igreja, cujo trabalho – segundo ele – é estar imerso na vida e na cultura de um povo, estar junto, senti-lo e levá-lo, cada vez mais, a Jesus Cristo, seja através dos sacramentos, da Palavra proclamada e da ação social.

Em fevereiro de 2016, o Cardeal esteve em Juazeiro do Norte para presidir a cerimônia de consagração e bênção do altar da Basílica Santuário, na conclusão da Romaria de Nossa Senhora das Candeias. Na ocasião, ele expressou a alegria em poder participar, como romeiro, sentindo o fervor do povo. Dois anos depois, vivenciou a mesma emoção, agora na Romaria dos 84 anos de morte do “Padim Ciço”, em 20 de julho de 2018. Na homilia, destacou: “Ao celebrarmos a sua passagem para a eternidade, temos a certeza do exemplo desse homem que procurou, na sua liderança, servir nas diversas circunstâncias específicas de sua época. Seu exemplo, deixado entre nós, foi de encarnação do Evangelho, de fidelidade à Igreja”.

Fonte: https://www.maedasdoresjuazeiro.com/postagens/arcebispo-do-rio-profere-conferencia-virtual-e-destaca-atuacao-pastoral-do-padre-cicero

 

Posts Relacionados

Facebook

Instagram

Últimos Posts