Vida e compromisso: Nota da Diocese de Crato sobre a prevenção ao Coronavírus

Compartilhe:

A Diocese de Crato, por meio de seu pastor, Dom Gilberto Pastana de Oliveira, publicou nesta sexta-feira, dia 13 de março, orientações a serem observadas na prevenção ao coronavírus (covid-19). Na nota, ressalta que o autocuidado, somado à responsabilidade social e eclesial são de grande valor neste momento. Leia na íntegra:

 

Nota da Diocese de Crato sobre a prevenção ao Coronavírus

Crato, Ceará, 13 de março de 2020

A graça e paz de Deus nosso Pai, a todos vós, padres, diáconos, religiosas, leigos e leigas na nossa diocese de Crato.

Como vosso pastor, tenho acompanhado, em oração, a repercussão do coronavírus (Covid-19) pelo mundo. O alto número de casos tem posto a Igreja ainda mais em alerta, sobretudo neste tempo em que vivenciamos a Campanha da Fraternidade, cujo tema nos impele à promoção da fraternidade e da vida, como dom e compromisso.

Em primeiro lugar, é importante que elevemos a Deus súplicas e preces na intenção de que Ele elimine do meio do povo essa enfermidade (Ex 23, 25) e inspire os médicos e pesquisadores na descoberta de medicamentos eficazes no combate a esse vírus.

Depois, como medida de prevenção, é necessário seguir as orientações das autoridades de saúde e os procedimentos de higiene, como lavar correta e frequentemente as mãos até a altura do pulso, com água ou álcool em gel, por exemplo. O autocuidado e a responsabilidade social são de grande ajuda neste momento.

De nossa parte, a responsabilidade eclesial paira nos momentos celebrativos. É importante, nesse sentido, evitar dar as mãos durante a oração do Pai-Nosso e no abraço da paz. Basta-nos uma leve inclinação de cabeça e os mesmos sentimentos fraternos ficam mantidos. Já durante a comunhão, como a Igreja prescreve, podemos recebê-la estendendo a palma da mão esquerda, levando-a à boca com a direita, mantendo igual piedade e devoção.

Por fim, observemos também o cuidado em relação às “fake news”, as notícias falsas, compartilhadas para alarmar a população. Devem ser evitadas e combatidas por todos nós. A busca de informações deve ser sempre feita em fontes confiáveis.

Em Cristo, para cuja Páscoa nos preparamos, confiantes e em oração.

Dom Gilberto Pastana de Oliveira

Bispo diocesano de Crato

Venha o Teu Reino

 

Para saber mais

O Coronavírus foi descoberto no fim do ano passado. Ele causa infecções respiratórias. As crianças e os idosos estão mais propensos a se infectarem.

A fim de combater também a propagação de notícias falsas, o Ministério da Saúde desenvolveu aplicativos com dicas de prevenção, descrição de sintomas, formas de transmissão, mapa de unidades de saúde e até uma lista de notícias falsas que foram disseminadas sobre o assunto.

Os aplicativos estão disponíveis para usuários dos sistemas operacionais iOS e Android:

iOS: https://apps.apple.com/br/app/coronav%C3%ADrus-sus/id1408008382

Android: https://play.google.com/store/apps/details?id=br.gov.datasus.guardioes&hl=pt_BR

Também com o objetivo de alertar e esclarecer a população sobre as Fake News que começaram a ser disseminadas sobre o tema, foi disponibilizado um número de WhatsApp para envio de mensagens da população para apuração pelas áreas técnicas do Ministério da Saúde e respondidas oficialmente se são verdade ou mentira.

Qualquer cidadão poderá enviar gratuitamente mensagens com imagens ou textos que tenha recebido nas redes sociais para confirmar se a informação procede, antes de continuar compartilhando. O número é (61) 99289-4640.

Fonte: Ministério da Saúde

Posts Relacionados

Facebook

Instagram

Últimos Posts

Apostolado da Oração

Missão: é uma rede mundial de oração a serviço dos desafios da humanidade e da missão da Igreja, expressos nas intenções mensais de oração do