Vestição dos novos Ministros da Palavra: portadores do Evangelho no Altar e na vida

No último domingo, 19 de maio, na missa dominical da quinta semana da Páscoa, 15 paroquianos das diversas comunidades da paróquia Nossa Senhora da Conceição, em Mauriti-CE, receberam a veste que lhes dá o encargo de Ministro da Palavra. A partir de então, assumem a responsabilidade de conduzir as celebrações da palavra de Deus em suas respectivas comunidades, aos domingos, e nas demais comunidades em que forem solicitados a anunciarem a boa nova do Evangelho. Com esses 15 que foram enviados, a paróquia conta, agora, com 78 atuantes Ministros da Palavra. A celebração foi presidida pelo pároco, padre Fernandes José.

Quem é o Ministro da Palavra?

O ministro da palavra é um leigo que, como qualquer outro, deve ter a disposição em anunciar o Evangelho em suas proximidades ou nos mais longínquos lugares, qual a exortação presente no Evangelho de Marcos: ide por todo o mundo, pregai o Evangelho a toda criatura. (Mc 16, 15).

Depois disso, ele passa por um processo de formação com encontros nos quais aprende a prática de condução das celebrações da palavra, como também reflexões sobre o cultivo da vida espiritual e o testemunho de vida, ambos indispensáveis para ser um anunciador.

A etapa de formação foi distribuída em três encontros ao longo do ano, assessorada pelos padres e os diáconos.

Concluídas as formações, os ministros recebem cada um a sua veste, uma bata própria para um Ministro da Palavra. Essa vestição acontece durante a Celebração Eucarística.

 

É válido ressaltar que o encargo de Ministro da Palavra é uma particularidade da paróquia Nossa Senhora da Conceição. A motivação para a formação desses ministros vem da extensão do território paroquial que limita os padres a estarem todos os domingos nos distritos e comunidades celebrando a Eucaristia tendo em vista que, ao todo, 86 comunidades formam a paróquia. Assim, nos finais de semana que não houver Missa, os ministros assumem o compromisso de estar na capela, no melhor horário para comunidade, celebrando com ela a palavra de Deus. Se, por ventura, outra comunidade o chamar para o mesmo serviço, deverá também, dentro suas possibilidades, aceitar o convite.

Portadores da Palavra

“O Senhor nos deixa a grande missão, a grande responsabilidade de sermos portadores da sua palavra. Vocês que hoje estão aqui vão assumir a missão de serem portadores da palavra de Deus em suas comunidades” disse padre Fernandes, dirigindo-se aos ministros, no início de sua homilia.

Dentro dessa palavra, Jesus nos deixa um novo mandamento. Padre Fernandes explica que Ele não está abolindo os mandamentos antigos, pois aqueles permanecem. Contudo, depois de sua experiência de vivência com os seus apóstolos e discípulos, Jesus deixa um novo mandamento: amai-vos uns aos outros como eu vos amei. “Meus amados irmãos e irmãs, amar como Jesus amou é possível, basta querer. Se Jesus pede, é porque acredita e sabe que somos capazes de amar. Ele não vai pedir algo que não podemos realizar; Ele pede aquilo que está ao nosso alcance. Somos nós que, por acomodação, não queremos de verdade porque requer de nós esforço e dedicação. Significa que temos que renunciar a muitas coisas que são próprias dos nossos caprichos”, refletiu o padre sobre o Evangelho do dia.

“É uma bênção. Me sinto em mais uma missão que Deus me chamou”, disse a ministra Açucena Quental, da comunidade do sítio Estrelinho.

Fonte: http://paroquiamauriti.blogspot.com/2019/05/vesticao-dos-novos-ministros-da-palavra.html?m=1

 

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Redes Sociais

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!