Interior da Igreja Matriz. (Foto: Jarllan Lima)

Solenidade em honra a São José atrai milhares de devotos à Missão Velha

Quem deixou para chegar um pouco mais tarde na Igreja Matriz de São José, em Missão Velha, nesta terça- feira, dia 19 de março, para participar da missa solene em honra ao padroeiro, do Ceará e do município, não conseguiu entrar. Do lado de fora dava pra ver a multidão que se apertou para deixar passar a procissão de entrada da missa solene presidida, às 9h, pelo vigário geral da diocese de Crato, padre José Vicente Pinto.

A aposentada Maria Sampaio, de setenta anos, foi uma delas. Vinda de Juazeiro do Norte, chegou dez minutos antes da missa começar, mas já não conseguiu espaço dentro da Igreja. Participou da celebração na parte externa. Mas ela não reclamou, pois o importante era rezar e fazer seus pedidos. “Muita chuva, saúde para nós e para os que estão nos hospitais. Que Deus nos abençoe todos os dias”, eram as súplicas deste ano.

A fé de dona Maria e dos milhares de fiéis que participaram da celebração tem justificativa. É que segundo o pároco, padre Antônio Luiz do Nascimento, que concelebrou a missa, além de ser o patrono da Igreja, o santo apadrinha o município há mais de duzentos anos, o que torna a devoção uma tradição. “São José é venerado pela Igreja toda, mas aqui em Missão Velha ele é celebrado como padroeiro principal da Paróquia. Por isso hoje é um dia muito esperado, celebrado e vivido na alegria do povo, desde longa tradição. Os fieis vivem a alegria de celebrar o padroeiro São José”, explicou.

Vale ressaltar que logo cedo, às 6h, teve a primeira missa, que também contou com uma grande participação de devotos e que, até a noite, tem mais programação: ao meio dia a salva de fogos e, às 16h, a última missa, sendo esta seguida da procissão com a imagem do padroeiro pelas principais ruas da cidade, concluindo a festa de São José 2019.

Gesto Concreto

Há 22 anos, sempre no dia 19, a Igreja, em parceria com o poder público municipal, realiza o gesto concreto de cuidado com a natureza, casa comum.

Hoje não foi diferente. Após a bênção final, na parte externa, foram distribuídas duas mil mudas de plantas. A ideia é contribuir para o reflorestamento da cidade, sensibilizando o povo a preservação da ecologia e ajudando-os a compreender a importância da colaboração de cada nesta causa.

“Essa entrega das mudas é um grito alto e forte que, daqui de Missão Velha, ecoará para muitos recantos, reclamando esse zelo e esse cuidado pela natureza porque se a gente não cuida da natureza estamos deixando de cuidar de nós mesmos. A natureza é mãe, a natureza é pródiga, mas se eu não cuido daquela que gera vida, que favorece a vida é a minha vida que fica comprometida. Essa entrega das mudas sinaliza esse grito alto em favor da vida, da natureza, desse meio ambiente, da nossa casa comum, como diz o Papa Francisco”, disse o padre José Vicente.

Por: Jornalista Patrícia Silva- MTE 3815/CE

Fotos: Jarllan Lima- Pascom Paroquial

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Redes Sociais

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!