Senhor, eu sou Teu servo: Mais um diácono é ordenado para a Igreja de Crato

Pela imposição das mãos e oração do bispo diocesano, Dom Gilberto Pastana, a Igreja de Crato ganhou mais um diácono: Antônio Honório David Neto.

Com a Capela do Seminário São José repleta e com a presença dos colegas seminaristas, familiares e amigos, às 19h, deste sábado, dia 6 de janeiro, teve início a festa de ordenação para o ministério do Serviço. À celebração também estiveram presentes o Padre Acurcio Barros, reitor do Seminário, e diversos outros sacerdotes e diáconos.

Após a liturgia da Palavra, deu-se o “Rito de Ordenação Diaconal”. David foi chamado pelo nome. Respondendo “presente”, sinal de prontidão e resposta generosa, colocou-se diante do bispo. O Padre Acurcio apresentou o seminarista como candidato eleito para o diaconato, pedindo a Dom Gilberto que o ordenasse.

<< Foto 1: Capela do Seminário repleta de fiéis; Foto 2 e 3: Padres concelebrandes com o bispo diocesano>>

Durante a homilia, acolhendo a todos os participantes da celebração, o pastor diocesano expressou sua alegria e satisfação em ordenar o jovem seminarista para o serviço do diaconato, a partir das leituras da liturgia do dia, Festa da Epifania do Senhor: “Todas as vezes que nós acolhemos uma pessoa que se consagra decididamente ao serviço do Senhor é um momento de alegria e de louvor a Deus, nosso Pai”.

Olhando ternamente para o ordenando, acrescentou: “Querido David, certamente, tu deves ter experimentado esta realidade em tua vida: de se aproximar da Manjedoura, de Jesus pobre, de Jesus humilde, de Jesus simples. A essência do diaconato é o serviço. Nós somos servidores do povo, servidores para o Reino, para que todas as pessoas também experimentem e vejam a manifestação do Senhor, para que o povo de Deus também encontre o Senhor. Ajuda, então, a comunidade para onde tu serás enviado a formar pequenos grupos, no exercício da caridade, fortificando a evangelização”.

 

                                                                                                              << Dom Gilberto durante homilia >>

Terminada as exortações, o bispo interrogou o eleito sobre seus propósitos. Por ser um ministério ao serviço do povo, o desejo de assumir essa missão deve ser livre e espontâneo. Daí a indagação feita na presença da comunidade.

Seguindo o rito, Davi, o eleito prometeu respeito e obediência. Passada essa parte, toda a assembleia entoou a Ladainha, pedindo a Deus que derramasse sua bênção sobre seu servo, que se prostrou ao chão em sinal de total entrega ao Senhor, e a Ele se confiando plenamente.

<< Um dos momentos mais emocionantes foi quando a assembleia entoou a Ladainha, enquanto o eleito prostrava-se ao chão >>

Depois, estando o ordenando de joelho, Dom Gilberto impõe as mãos sobre sua cabeça. Neste rito de ordenação diaconal, apenas o bispo é quem impõe as mãos. Na ordenação sacerdotal, os padres presentes também o fazem.

Após breve momento de silêncio, o bispo, de mãos estendidas, proferiu a prece de ordenação. Os familiares do, agora, diácono David, junto ao Padre Evaldo, pároco de Lavras da Mangabeira, onde ele exerceu seu estágio pastoral, vestiram-no com a estola diaconal e a dalmática. De joelhos, o ordenado recebeu o Livro dos Evangelhos. Por fim, com um paterno abraço, o bispo acolheu o novo diácono, desejando a ele a paz.

                                           << Foto 1: Imposição das mãos sobre o eleito; Foto 2: Vestição; Foto 3: Entrega do Livro dos Evangelhos >>

Ordenado para o serviço

David foi ordenado diácono temporário e, agora, segue para a Paróquia Senhora Sant’Ana, em Santana do Cariri. Para nortear seu ministério, ele escolheu o lema: “Senhor, sou Teu servo”, inspirado no Salmo 116, versículo 16.

“Esse lema exprime toda a essência do rito que eu recebi hoje, o grau da primeira ordem, o de diácono transitório. É uma súplica: ‘Eu sou teu servo!’. Portanto, é o que mais exprime este caráter de diácono: se entregar ao serviço dos mais pobres, dos mais necessitados, da comunidade e da Igreja, onde a Igreja mandar, por isso eu escolhi esse lema, porque fala muito desse serviço verdadeiro”, disse o agora Diácono Antônio David.

<< Foto 1: Abraço paterno; Foto 2: Diácono Antônio David ajuda a preparar a mesa da Eucaristia; Foto 3: Com a mãe, a emoção de ser diácono >>

 

Por Assessoria de Comunicação com colaboração de Patrícia Silva e Árysson Magalhães (fotos) e Patrícia Mirelly (texto)

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Redes Sociais

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!