Seminaristas são instituídos nos Ministérios de Leitor e Acólito

Treze seminaristas da Diocese de Crato, mas residentes em Quixadá para os estudos em Teologia, foram instituídos, na manhã deste sábado (3), nos ministérios de Leitor e Acólito.

Adamo de Sousa Matos, Bruno Ferreira da Silva, Cícero Cladson Pereira da Silva, Dalisramon Cruz Silva, Felipe Tavares de Sousa, Filipe Gonçalves Macêdo, Francisco Adolfo Santos de Lima, Manoel Leopoldino da Silva e Rodrigo Rêmulo Leite Pereira receberam a Bíblia de Jerusalém, simbolizando o Ministério de Leitor (ou Leitorato). Eles ingressaram no Seminário Diocesano São José, em Crato, no dia dois de fevereiro de 2013. Outros três seminaristas, Ailton Bento Araruna, Francisco Vital de Oliveira Filho e Leonys Cristyan de Macedo dos Anjos, que adentraram à Casa de Formação em 2012, receberam o Ministério de Acólito (ou Acolitato), cujo símbolo é a Patena e o Cálice.

O bispo diocesano de Crato, Dom Gilberto Pastana, conferiu-os nestes ministérios, durante Missa rezada na Capela do Seminário São José. Na homilia, ele ressaltou que ser padre “não é uma função social”, mas um serviço voltado ao povo, sobretudo aquele que vive sedento da Palavra de Deus. Também disse que o serviço ao Altar vai além, deve ajudar a comunidade a entender e vivenciar as celebração em toda a sua plenitude. “Muitos em nossas comunidades são batizados, mas não são evangelizados. A missão de vocês [seminaristas], portanto, é servir e ajudar, para que o povo participe e vivencie as celebrações”.

A Santa Missa com instituição dos ministérios foi concelebrada pelos reitores dos dois seminários responsáveis pelas etapas formativas em Filosofia e Teologia, Padre Acúrcio Barros e Padre Francisco Otaviano, respectivamente. Também concelebraram a Eucaristia o vigário-geral da Diocese de Crato, Padre José Vicente; o chanceler do Bispado, Padre Rocildo Alves; o ecônomo da Diocese, Padre Joaquim Ivo; além do Monsenhor Bosco Cartaxo, do Santuário Eucarístico Diocesano, em Crato; Padre José Eliomar, do distrito de Santa Fé; Padre Antônio Romão, da Basílica de Juazeiro do Norte; Padre Francisco Luiz, de Missão Velha; e Padre Francisco Alberto, de Caririaçu. A cerimônia, que começou às oito da manhã, reuniu familiares e amigos dos seminaristas, na assembleia festiva.

Entenda o significa dos Ministérios de Leitor e Acólito

De acordo com o chanceler da Cúria Diocesana, Padre Rocildo Alves, o seminarista, atingindo certo nível já no curso de Teologia, está habilitado a chegar mais perto e receber o sacramento da ordem.

“São degraus”, explicou. Cada ministério é um primeiro degrau. O de Leitor, por exemplo, reconhece a habilidade, a aprovação, para prosseguir. Significa que, ao redor da Palavra de Deus, dá-se a reunião da assembleia cristã. “O leitorado é para cuidar da Palavra de Deus, aprofundá-la, cada vez mais, e com autoridade da Igreja, anuncia-la na assembleia. Já o acólito, ou acolitato, significa o servidor, o que prepara a mesa eucarística e os demais serviços para a assembleia litúrgica, tendo a simbologia de que não é apenas o altar, o rito, mas é servir à vida da comunidade, ser um sinal de Cristo servidor”, descreveu o sacerdote.

Por Patrícia Mirelly/Assessoria de Comunicação

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Redes Sociais

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!