Representantes da Diocese de Crato, participam da Ampliada Nacional das CEBs para avaliar o 13º Intereclesial

De 18 a 20 de julho, no Convento dos Franciscanos, em Brasília- DF, o secretariado do 13º Intereclesial das Comunidades Eclesiais de Bases (CEBs), com membros da Diocese de Crato, juntamente com todos os representantes da Ampliada Nacional das CEBs, vindos dos 18 regionais da CNBB, estão reunidos para avaliarem o 13º Inteclesial e dar novos passos para a realização da próxima edição que acontecerá em Londrina- Paraná.

Nestes dias os participantes terão uma programação densa de avaliação e propostas para o intereclesial seguinte. Encaminhamentos como o tema, que demanda muito tempo por ser uma discussão em cima dos problemas nacionais e analise de conjuntura, será debatido. A data e o ano também pretendem ser definidas nestes dias.

Para o Pe. Vileci Basilio Vidal, coordenador das Pastorais Sociais da Diocese de Crato e que esteve a frente da realização do 13º Intereclesial, a reunião da ampliada é muito importante por dar a oportunidade de acompanharem o desenvolvimento dos passos dados por toda equipe da Diocese. “É um reconhecimento a tudo o que nós fizemos acontecer na realização do 13º Intereclesial. Será muito bom para todos nós ver onde acertamos, onde é preciso melhorar. Quem se envolve em um encontro como esse tem bastante crescimento para estabelecer funções determinantes em encontros desta natureza. Saímos com uma experiência muito rica e essa experiência temos que saber devolver para as comunidades eclesiais de base. Nós somos contemplados com essa alegria de estar participando desse encontro e o desejo de saber que foi de bastante contentamento para todo mundo aquilo que vivenciamos em janeiro”, afirmou.

CEBs 2
Pe. Vileci Basílio Vidal na reunião da Ampliada Nacional das CEBs. (Foto: Rozelia Costa)

O padre ainda disse acreditar que as avaliações relacionadas a hospedagem e infra estrutura, que vem se dando nos regionais, sejam positivas. Sobre o que poderiam ter acontecido melhor, estaria ligado a pauta do próprio encontro com relação a questão de horários, por ele considerar que no intereclesial existe uma pauta intensa e pouco tempo para se discutir. “É preciso enxugar mais a discussão e estabelecer mais tempo para que seja mais aprofundado. O encontro é celebrativo, mas também é um encontro de aprofundamento”, disse.

Ainda nestes dias acontecerá o repasse de todo o material que foi catalogado a respeito do processo de preparação do 13º Intereclesial, juntamente com os projetos e a dinâmica que auxiliarão a comunidade local, responsável pelo 14º Intereclesial, a compreender como se deu esta realização, ajudando- os a desempenhar esta tarefa baseado em como foi o anterior. “O anterior ajuda a preparar o 14º. Vamos repassar todo o material e a partir de agora assessorar esse processo”, afirmou o Pe. Vileci.

 

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Redes Sociais

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!