Quarta de cinzas: “A penitência nos fortalece contra o mal”

Hoje se inicia a quaresma. Tempo de mudanças, período de conversão e ocasião oportuna para vencer os vícios pelas virtudes. Não é momento cedido à tristeza, mas ao recolhimento que busca examinar os passos dados a fim de se perceber os sucessos e os fracassos na vida. A quaresma favorece a circunstância ideal para sairmos da mesmice , do ‘faço sempre assim’ e do ‘este é meu jeito’ . São nas acomodações, nos atos e nas atividades mais corriqueiras que o pecado se instala e onde os vícios fincam suas raízes.

Fazer penitência é notar a possibilidade, graça de Deus (liberdade e autonomia), de poder se reconstruir na história. É assumir, com responsabilidade, fidelidade e respeito a si, os rumos e os prumos da própria vida. É vê-se capaz de resiliência, de educar os próprios hábitos e de aceitar as carências e limitações em vista do transformar-se. Isto é converte-se!

A quaresma nos prepara para a páscoa de Jesus. Uma preparação afetiva e outra efetiva. Afetiva porque nos liga ao mistério do Cristo. Ele se solidarizou conosco, pensou em minha salvação e me amou antes de eu existir. Mas minha solidariedade não deve ser para Cristo, senão para com meus irmãos e irmãs. Quer dizer, nos mais diversos prantos, em cada rosto sofredor devo ver a face do Filho de Maria.

E a páscoa tem seu aspecto efetivo realizado quando infunde em mim o compromisso com a fraternidade solidária. Ou seja, os exercícios quaresmais não devem ser intimista. E embora exijam recolhimento interior, precisam ser acompanhado de atitudes concretas em minha vida e para a vida de outrem. Daí se pode justificar a campanha da fraternidade na quaresma. Discutir políticas públicas não é engajamento político partidário, mas exercício de cidadania, ou melhor, respeito pela imagem e semelhança que o outro traz de Deus em si.

Que vícios devo superar nesta quaresma? Quais serão os meus exercícios quaresmais? Como posso colaborar para que os outros tenham vida digna?

Padre George de Brito, Pároco da Paroquia Sagrado Coração de Jesus, em Crato, Mestre em teologia dogmática

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Redes Sociais

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!