Pelo direito e pela justiça: Pastoral Carcerária Diocesana participa de audiência pública em Várzea Alegre

Certa de que o direito e a justiça implantados são sementes do Reino de Deus, a Pastoral Carcerária da Diocese de Crato, representada pelo Diácono Cristiann Huyghens, esteve presente na Audiência Pública, ocorrida em Várzea Alegre, no último dia nove de maio. A audiência foi motivada pela possível transferência da população carcerária para Itaitinga, região metropolitana de Fortaleza. Segundo o diácono, isso tem ocasionando grandes transtornos aos familiares que terão de se percorrer uma longa distância para conseguir visitar seus entes queridos.

“Os familiares ressaltaram denúncias de tortura física e psicológica, por parte dos agentes penitenciários,  alegam também que o pouco de itens autorizados para entrada nas unidades prisionais, na data posterior à entrega, são feitas ‘uma limpa’ nas celas e descartado todo o material”, disse o diácono.

A coordenação Regional da Pastoral Carcerária do Ceará, representada pelo Padre Marcos Passerine, também esteve presente ao debate, que reuniu vereadores, membros do Conselho da Comunidade,  “órgão fiscalizador junto ao juiz de execução penal” , agentes penitenciários e da Polícia Militar, além do Conselho penitência do Ceará, representado pela advogada Ruth Leite Vieira.

Ao fim do evento, após a fala das famílias dos detentos, foi sugerido à sociedade varzealegrence, a construção de uma ‘APAC’, espécie de cadeia gerida pelos próprios presos, sendo essa já uma realidade no Brasil.

Diácono Cristiann Huyghens à direita, com membros da Pastoral Carcerária de Iguatu. Foto: Reprodução
Por: Patrícia Mirelly com informações do Diácono Cristiann Huyghens

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Redes Sociais

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!