Paróquia de Mauriti festeja primeiro aniversário de dedicação da Igreja Matriz

“Quando se dedica uma Igreja, não está se dedicando somente a sua estrutura arquitetônica; o seu trabalho físico, mas também o trabalho de evangelização da paróquia e o esforço contínuo do povo em fazer daquela casa uma casa de oração dedicada à Deus”, nas palavras do padre Fernandes José, pároco local, o rito da dedicação de uma Igreja é muito mais que a dedicação do espaço físico do templo, mas também toda a história de um povo de fé é, ali, consagrada à Deus, naquele local onde os fiéis se reúnem para receber sua misericórdia e participar da sua glória.

Há um ano, o povo católico de Mauriti participava de uma memorável celebração, presidida pelo nosso pastor diocesano, Dom Gilberto Pastana, repleta de ritos e significados, observados com piedade e muita atenção a cada parte da dedicação de sua casa de oração, por assim dizer, a Deus Pai, por excelência à Trindade Santa: “há um ano atrás, tivemos a alegria de estarmos aqui reunidos, onde participamos daquela celebração onde Deus a sua glória para nós a sua glória. Hoje, Ele nos concede a graça de estarmos novamente aqui, celebrando este primeiro ano. A cada rito desta celebração, o Senhor faz com que tenhamos a mesma sensação de estarmos na presença de Jesus e participamos da sua glória”, acrescentou.

Na noite de ontem (09), comunidades da sede e zona rural, pastorais, movimentos e serviços estiveram reunidos para festejarem o primeiro aniversário da dedicação da Igreja Matriz. A celebração em rito solene se deu ao som do Coro Paroquial Nossa Senhora da Conceição e foi presidida pelo pároco, padre Fernandes José. O aniversário da dedicação é um dia solene e festivo na paróquia; usa-se o branco litúrgico para celebrar jubilosa ocasião.

Na homilia, o padre ressaltou a importância do trabalho de evangelização na comunidade paroquial, uma vez dedicada à Deus: “somos dedicados a Deus quando assumirmos o papel de sermos missionários portadores da palavra de Deus. Não é apenas falar da palavra, mas experimentar o seu amor, viver a gratidão por tudo aquilo que o Senhor nos oferece e pelas graças que ele derrama em nossa vida. Se estamos fazendo isso, estamos evangelizando”, disse. “Por isso devemos, a cada ano celebrarmos essa festa da dedicação e a consagração deste altar, renovamos a consciência que a beleza dessa Igreja não está nas paredes, mas na disposição de cada fiel em fazer dela uma casa de oração para evangelizar os que estão fora, mas que não sentiram ainda em seus corações a misericórdia e a beleza amorosa de Deus. Que seja um dia que o coração de Deus se alegre pela nossa disposição em servi-lo hoje e sempre”, completou.

CORO PAROQUIAL

A celebração da dedicação marca também a fundação do Coro Paroquial Nossa Senhora da Conceição, formado a partir de vozes da União dos Corais da paróquia, que entoa todas as solenidades na Igreja Matriz.

Ao final da celebração, todos ali reunidos cantaram o júbilo e agradecimento entoando o Te Deum, encerrando com o tradicional hino da padroeira, a Imaculada Conceição.

Por Pastoral da Comunicação – PASCOM
Paróquia Nossa Senhora da Conceição – Mauriti/CE

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Redes Sociais

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!