Para seguir a Cristo e ser missionários: Jovens são crismados em Aurora

Neste dia cinco de agosto, dentro da celebração dominical do Dia do Senhor, o bispo diocesano Dom Gilberto Pastana ministrou o Sacramento da Crisma, “acontecimento único na vida da comunidade, na vida dos pais e padrinhos e, principalmente, na vida dos crismandos”, aos jovens da Paróquia Senhor Menino Deus, em Aurora. Ao todo, foram 350 crismados. Por causa da quantidade, eles foram divididos em duas turmas: a primeira, às quatro da tarde, com 250 crismandos. A segunda, um pouco adiante, às sete da noite, com 100.
Nas crismas, é costume do bispo, antes de iniciar a reflexão das leituras e do Evangelho, cumprimentar à comunidade paroquial, os padrinhos e os pais, recomendando a eles que “continuem a orientar os jovens na vida de fé, instruindo-os nos valores cristãos, incentivando-os, também, ao engajamento na comunidade, seja fazendo parte de uma pastoral, de um movimento ou de um serviço da paróquia”.

Após essa saudação, Dom Pastana começou sua homilia, afirmando: “Este é um acontecimento único”. E seguiu dizendo que, no interior do coração, cada jovem busque responder três questões: o que é a Crisma, porque está sendo crismado e o que muda na vida depois da Crisma.

“Por que vocês estão aqui?”, questionou o bispo, ressaltando, em seguida: “Esse é o Sacramento da Maturidade Cristã”, por isso, deve ser recebido “com toda liberdade e consciência”. Por fim, incentivou o compromisso e afirmou, com ênfase: “Que esta liturgia, na vida de vocês e dessa comunidade, os ajude, sempre, a encontrar o Senhor”. E deu aos jovens a certeza de que podem contar com a companhia de toda a Igreja no enfrentamento dos desafios cotidianos.

Sobre as leituras do dia, tomando a figura do “deserto”, lugar de mudança de atitude e do pensamento, refletiu que a multidão fora atrás de Jesus por interresse. “Ao contrário daquele povo que foi atrás de pão, nós devemos ir atrás de Jesus por causa do Seu Reino, do Seus ensinamentos. Quem crê, não vai atrás de milagres, vai atrás de Jesus, porque Ele é o Salvador”.

Maturidade cristã

Para a jovem crismada Ingrid Louhanna Santos de Oliveira, de 16 anos, “é importante receber a Crisma por ser um Sacramento de confirmação da nossa fé com Deus e por fortalecer os jovens para sua trajetória”. Maria Aline do Nascimento Macedo, 16 anos, também considera o Sacramento “um dos momentos mais importantes”, dando a certeza de que “podemos confirmar que sempre queremos estar perto do Senhor, independente de tudo”. Ana Beatriz Moreira Leite, 16 anos, partilha do mesmo sentimento: “Acredito que seja importante, porque é onde você se encontra frente a frente com Deus, e é nesse momento onde você vai decidir se quer continuar no caminho do Senhor”.

Por Patrícia Mirelly/Assessoria de Comunicação com auxílio da Pastoral da Comunicação de Aurora/Pascom

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Redes Sociais

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!