Notícias das Paróquias

Missionários do Dízimo: ir ao encontro para evangelizar

Autor: Jornalista Patrícia Silva

Um dos apelos do Papa Francisco que vem ecoando como marca do seu episcopado é a necessidade de ser uma “Igreja em Saída”. São vários os movimentos e pastorais que realizam suas atividades em cima desse propósito e pensando nisso, a Pastoral do Dízimo da Paróquia Sagrado Coração de Jesus, de Juazeiro do Norte, aderiu ao projeto “Missionários do Dízimo”, indo ao encontro dos dizimistas para uma visita fraterna, propondo momentos de catequese e evangelização.

O projeto teve início em abril e já conseguiu o apoio de 115 missionários, não só da pastoral do dízimo, mas também de outras pastorais, movimentos ou mesmo pessoas que até então não tinha engajamento na Igreja. Após a realização das visitas, que acontecem mensalmente, os trabalhos são concluídos com a Santa Missa, sempre no segundo domingo do mês, onde em um momento da celebração os dizimistas são convidados a se benzerem com água benta, como uma forma de entrega ao mistério de Deus e, em um envelope, devolverem o dízimo, que é revertido na manutenção dos trabalhos de evangelização da Igreja. Ao final da missa todos são convidados à participarem de um momento de confraternização e partilha dos alimentos.

Dom Gilberto Pastana, bispo da diocese de Crato. (Foto: Patrícia Silva)

Em maio a celebração do dizimista aconteceu ontem, dia 14, sendo presidida por dom Gilberto Pastana que manifestou alegria pela experiência missionária realizada pelos membros dessa paróquia e os incentivou a continuarem anunciando o evangelho incansavelmente. “A vida é um dom de Deus. O Pai cuida de nós na terra e no céu, é o próprio Jesus que revela isso aos discípulos. Confiar no Senhor é reconhecer que a vida é d’Ele. Felizes quando vivemos a vida que o Senhor nos dá a partir dos seus ensinamentos. É importante na comunidade termos funções e estabelecermos  projetos de organização”, falou o bispo ressaltando a importância da necessidade de colocar os dons a serviço do outro para a propagação do evangelho.

E falando em divisão de trabalho, os Missionários do Dízimo passaram por duas fases para saírem em missão: o alistamento e a formação sobre o que é o dízimo, qual o sentido dele, suas dimensões e a importância espiritual que a experiência do dizimo traz;  após as formações eles foram divididos em grupos de visitadores, serviço, celebração, intercessão e financeiro.

Com toda essa organização e o trabalho de visitação porta-a-porta o número de inscritos no dízimo da Paróquia Sagrado Coração de Jesus subiu em 15% nos últimos dois meses, de acordo com José Carlos Dantas, membro da coordenação do projeto Missionários do Dízimo.

No vídeo abaixo estão imagens dos momentos finais da celebração onde as mães foram homenageadas pelo seu dia.

Experiência Missionária

Além de agregar serviço à missão da Pastoral do Dízimo, o projeto permanente busca acima de tudo propor um engajamento efetivo dos dizimistas na Igreja, valorizando cada um deles e atualizando a listagem paroquial.

“Antes a gente via que o dizimista vinha durante a semana e devolvia o seu dízimo tratando como uma prestação dizendo: ‘vou pagar meu dízimo’. Então estamos tentando mudar essa consciência de pagamento para devolução. Eu devolvo a Deus aquilo que ele me dá e Ele me retorna em bênção”, disse José Carlos.

A experiência do ir em missão é enriquecedora tanto para quem visita quanto para quem é visitado. Segundo Maria Zeneida Cardoso, visitadora que firmou o compromisso de se engajar na Pastoral do Dízimo a partir da experiência missionária, esses momentos propiciam não só um diálogo sobre o dízimo, mas uma partilha de vida. “Eu estou maravilhada porque estamos fazendo um trabalho que nos faz crescer muito”, disse.

Momento em que os dizimistas devolveram o dízimo depositando nos cofres espelhados próximo ao presbitério. (Foto: Patrícia Silva)

Por outro lado, a agente de saúde Francisca Félix de Moura, que foi uma das dizimistas visitadas, considerou ser essa uma atitude impactante e louvável. “Você não está esperando e de repente vem àquela pessoa com o cuidado de orientar, não fazer uma cobrança, mas levar o apoio da palavra. É um despertar, pois muitas vezes não temos o discernimento do que é o dízimo e a partir da visita passamos a ter um olhar diferenciado”, afirmou.

O projeto “Missionários do Dízimo” é permanente e atua em conjunto com a coordenação da Pastoral Paroquial do Dízimo.

 

Tags: Dízimo, Evangelização, Missão

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.requerido