Nossa Senhora tem uma graça especial para cada paroquiano no mês de maio

É mês de maio e o povo de Porteiras volta o olhar e o coração para Nossa Senhora, aqui invocada sob o título de Imaculada Conceição. Novenas, cantos e louvores a Maria. Todos quererem participar desse momento de júbilo, que prepara a festa da Coroação. Como dizia Irmã Maria, Beneditina Missionária, Nossa Senhora tem uma graça especial para cada paroquiano no mês de maio.

Trago na memória recordações da minha infância quando rezava, com a minha bisavó, os exercícios marianos. Ela reunia a família e os vizinhos em sua casa, no quarto das imagens, uma espécie de capelinha que tínhamos em casa. E com o escudo admirável nas mãos, eu era escolhida por ela para ‘tirar’ as novenas.

Mais tarde, vindo morar na cidade, uma nova realidade: Porteiras acordava diferente no primeiro dia de maio, num clima de festa, de bênção. Ao soar do sino e da alvorada, cânticos marianos eram entoados no som da Igreja. O povo se reunia para buscar a imagem, fazia uma visita rápida em casa, só o tempo de fazer uma prece. Mas um altarzinho com flores e com velas não podia faltar.

O Ofício de Nossa Senhora, meio-dia, na Igreja, cantado, anunciava a hora de se ajoelhar e tocar os céus com o coração. À tarde, para arrumar o andor da Santa, qualquer ajuda era bem-vinda, e a Banda Cabaçal chegando e as crianças vestidas de anjo ou com vestido branco, para acompanhar a procissão.

Andor de Nossa Senhora da Conceição. Foto: Reprodução

O momento mais esperado era a entrada na Igreja. E durante a novena fé e piedade, gente pagando promessa descalça, de joelho, com roupas brancas e com rosário na mão. Tocar na imagem e beijá-la é um momento de despedida, com preces e com agradecimentos. E todas as noites eu estava lá com os meus filhos. Tínhamos que levar as crianças para consagrar e crescer amando Nossa Senhora. Momentos que se eternizam, quantas saudades!… Obrigada, Senhor!

Hoje, tudo se repete de forma diferente, mas a devoção continua, com a fé, com a piedade e com o amor. O povo de Porteiras ama Nossa Senhora. Tanto que a festa da Coroação é o momento que a Mãe reúne os filhos, mesmos os mais distantes. É momento de rezar, de agradecer.

Por: Mirtes Leal, paroquiana e devota de Nossa Senhora da Conceição, Porteiras/CE

 

 

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Redes Sociais

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!