“Missão dos leigos” nas intenções do Papa para este mês de maio

O desafio para este mês, que o Papa coloca na sua intenção pela evangelização, é que os leigos realizem com criatividade a sua missão específica. A primeira questão a estarmos atentos é o significado de “específica”. É importante darmo-nos conta de que há um mal-entendido de base quando se fala da missão dos leigos, colocando-a exclusivamente em contexto eclesial, ou seja, que “tarefas” se lhes deve confiar na dinamização da vida da Igreja. Perspetiva ainda mais evidente sendo isso ainda mais urgente quando a delegação destas funções é motivada pela escassez do clero que antes as realizava. Isto não é o “específico” da missão dos leigos. Ser leigo é ser leigo, não é ser um substituto do padre. Ser leigo é ter um emprego em contexto de trabalho na e para a sociedade; é ter responsabilidades sociais e políticas; é ser agente económico; é ser pai, mãe, avô, neto, amigo… E, incluindo tudo isto, é ser membro da Igreja, parte do corpo místico de Cristo. A intenção deste mês enriquece esta missão específica com o termo “criatividade”. É, de facto, muito importante que se superem os modelos tradicionais de missão laical, conferindo-lhes a sua real dimensão. A sua participação na vida da Igreja é ponto de partida para a vida concreta de todos os dias, não é um ponto de chegada. A pastoral para os leigos e com os leigos terá que ter esse horizonte, apontar para os desafios do mundo concreto e deixar que o Evangelho tenha eco fora da Igreja e não apenas dentro. Este mês pode ser uma ocasião muito particular para motivar os leigos das comunidades cristãs a encontrarem formas criativas de falar do Evangelho com palavras, obras e atitudes nos seus contextos de trabalho, na sua família e nas suas responsabilidades.

Intenção

Pela evangelização: A missão dos leigos Para que os fiéis leigos realizem a sua missão específica colocando a sua criatividade ao serviço dos desafios do mundo atual.

Oração

Senhor Jesus Confiaste aos teus discípulos a missão de levar a todo o mundo o Evangelho. A Igreja, teu Corpo, realiza de muitos modos esta missão, através dos sacerdotes, dos religiosos, dos leigos. Neste mês, peço-Te por todos os leigos, para que levem com entusiasmo e criatividade a presença da Igreja às suas famílias e lugares de trabalho. Peço-te em particular pelos leigos que têm funções de responsabilidade, para que orientem os destinos das instituições segundo a tua vontade. Pai Nosso.

Desafios

Questionar se, na respectiva comunidade cristã, a missão dos leigos é mais encarada como um serviço interno, ou se se tem em consideração que é a sua presença no mundo, como batizados, que realiza plenamente esta missão. De que modo são pensados os horários, encontros e iniciativas da comunidade? Exige-se que os leigos tirem demasiado ao seu tempo pessoal e familiar para as atividades pastorais, ou busca-se o justo equilíbrio? Promover um encontro de reflexão e partilha com os leigos mais comprometidos na comunidade sobre a sua experiência de levar o Evangelho aos seus contextos diários.

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Redes Sociais

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!