Largo da Capela do Socorro. (Foto: Mychelle Santos)

Missa em sufrágio da alma do Pe. Cícero, aquele que viveu intensamente sua vocação

Celebrando a memória litúrgica de São Bernardo, abade e doutor da Igreja, milhares de romeiros se reuniram no largo da Capela do Socorro, em Juazeiro do Norte, ao raiar desta segunda- feira, dia 20 de agosto, para participarem da tradicional missa em sufrágio da alma do padre Cícero Romão Batista, patriarca do Nordeste.

A celebração, acompanhada também pelos devotos através de vários meios de comunicação espalhados por todo o Brasil, foi presidida pelo bispo da diocese de Crato, dom Gilberto Pastana, sendo concelebrada pelo reitor da Basílica Nossa Senhora das Dores, padre Cícero José da Silva, e vários padres romeiros.

Enfatizando a vivência do mês vocacional, dom Pastana falou sobre o padre Cícero Romão como um modelo de santidade, fé e oração. “Um homem que assumiu verdadeiramente a vocação sacerdotal”, disse. Reforçando que os ensinamentos de Jesus, no evangelho do dia, foram também anunciados pelo padrinho dos romeiros, recordando alguns dos seus conselhos: “Quem matou não mate mais, quem roubou não roube mais, romeiro de verdade vive na fraternidade”.

Continuando a reflexão, o bispo ainda falou sobre a necessidade da observância dos mandamentos de Deus para se ter a vida eterna, relacionando com fatos do cotidiano, como, por exemplo, a defesa da vida, citando o caso da professora Silvany Sousa, assassinada pelo ex- marido durante a noite de ontem na praça da Sé Catedral, em Crato. É válido ressaltar que a região do Cariri tem um dos maiores índices de violência contra a mulher no Estado do Ceará.

O bispo ainda falou que um das grandes dificuldades do discipulado é o apego material, recordando que o amor não é compensação e que honrar pai e mãe é um mandamento, como os demais, que deve ser atualizado diariamente na vida do cristão. As mentiras também foram criticadas por dom Pastana que aproveitou a oportunidade para alertar os fiéis a terem cuidado, nesta era da tecnologia, com as notícias falsas, conhecidas como fake news, enfatizando que Jesus é claro quando diz “não levante falso testemunho”.

Após explanar cada um dos mandamentos e a importância da vivência de cada um deles, o bispo concluiu dizendo que “somente observando- os seremos felizes”.

Por: Jornalista Patrícia Silva (MTE 3815/CE)

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Redes Sociais

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!