Entrada da imagem do padroeiro. (Foto: Patrícia Silva)

Fiéis Católicos de Palmeirinha, distrito de Juazeiro do Norte, festejam o Sagrado Coração de Jesus

Desde a última sexta- feira, 02 de agosto, fiéis católicos de Palmeirinha, distrito de Juazeiro do Norte, se reúnem, todas as noites, na Igreja Matriz do Sagrado Coração de Jesus para celebrar a festa dedicada a ele. Neste dia 09 não foi diferente: às 18h50, homens entraram na Igreja, cheia de devotos, com o andor do padroeiro que foi logo colocado ao lado do altar. Este ato apontava que, em instantes, começaria o novenário.

E assim foi. Dez minutos depois o bispo dom Gilberto Pastana, acompanhado pelo pároco, padre José Gonçalves, e a equipe litúrgica, entrou pela porta principal. Ele era o convidado para presidir a oitava noite de novena e missa.

A música de entrada da celebração falava do Coração Santo, manso e humilde, que impulsiona os cristãos à missão. Esta também foi a imagem utilizada por dom Gilberto, durante a homilia, para falar sobre o padroeiro. “Que este festejo nos ajude a sermos revigorados, atentos ao chamado do Senhor, desejosos de sermos seus discípulos, renunciando a nós mesmos, a tudo aquilo que não é do Sagrado Coração de Jesus, para que este Sagrado Coração tenha compaixão de nós, renove esta vida que Ele nos deu para vivermos a comunhão, a participação e a missão”, desejou o bispo que, ao final da celebração, presenteou cada devoto com estampas do Sagrado Coração de Jesus e Imaculado Coração de Maria.

Amanhã, no mesmo horário, ainda tem a última noite de novena, que será presidida pelo padre Luciano Pinheiro, mas os que desejarem participar do encerramento devem estar presentes na Igreja Matriz no domingo (11), às 18h, pois a Missa Solene iniciará neste horário. Culminando a parte religiosa da festa, após a Solenidade todos são convidados a proclamarem, publicamente, a fé saindo por ruas do distrito em procissão com a imagem do padroeiro.

Comunhão, participação e missão

Neste ano o objetivo da festa do Sagrado Coração de Jesus, do distrito Palmeirinha, foi propor a comunidade paroquial mais comunhão, participação e missão, em unidade com a reflexão feita pelos bispos do Brasil durante a Assembleia Geral realizada, no mês de maio, em Aparecida- SP.

“Uma igreja que é comunhão, participação e missionária é um Igreja que vai levando a frente o projeto do próprio Papa Francisco. A festa contribui para esta reflexão, pois em cada noite a pessoa que vem pregar fala nessa dimensão de uma Igreja missionária e participativa”, explicou o padre José Gonçalves.

Dentro desta perspectiva o pároco ainda avaliou o festejo, que já está na reta final, como positivo tanto no âmbito religioso, como no social. “Está sendo muito tranquilo, muito em paz. A participação dos fiéis está sendo muito boa”, pontuou.

 

Por: Jornalista Patrícia Silva- DRT 3815/ CE

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Redes Sociais

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!