Em rito solene e com as devidas honras: Paróquia de Mauriti inaugura nova Sede Presbiteral

Na noite do último domingo, dia 02 de setembro, a celebração dominical em rito solene e com as devidas honras inaugurou a nova Sede Presidencial da paróquia Nossa Senhora da Conceição. O modelo artístico produzido em mármore carrara está em projeção desde setembro do ano passado (2017), quando foram consagrados o altar e o ambão na solenidade de dedicação da Igreja Matriz. É válido ressaltar que a confecção se deu por meio de doações feitas pelos devotos e devotas da Imaculada Conceição, em uma campanha promovida pelas pastorais e movimentos da paróquia, cujo intuito era arrecadar fundos para a produção do mesmo altar e ambão antes citados. Inspirada na cátedra papal da Basílica São João de Latrão, em Roma, a cadeira artisticamente ornada passa a ser o novo lugar onde o sacerdote presidente da celebração dirige-se à assembleia para presidir a Eucaristia.

Após a procissão de entrada, toda a equipe de celebração aguardava ao lado do altar enquanto o padre conduzia os devidos ritos para a bênção da cadeira, compostos de orações e incensação da estrutura, para em seguida prosseguir com os demais ritos da missa presidida pelo pároco, padre Fernandes José, e concelebrada pelo padre João Orlando Cavalcante, neo-sacerdote filho de Mauriti. Padre Fernandes expressou sua alegria em retornar as atividades pastorais à paróquia Nossa Senhora da Conceição, haja vista ter estado de férias durante o mês de agosto. Disse, ainda, estar feliz por ter consigo, na Santa Missa, a concelebração do padre João Orlando, de quem foi reitor no Seminário Diocesano São José, em Crato, quando padre João ainda era seminarista.

Padre Fernandes iniciou a homilia destacando que a Igreja ainda pronuncia, atualmente, esse tempo de catequese, por meio da palavra de Jesus, tal como Cristo fazia com os discípulos. Segundo ele, temos a oportunidade de aprender com Jesus os mistérios do céu, mas aprender, também, os mistérios humanos. Relacionando as primeiras palavras com o evangelho do dia [Mc 7, 1-8. 14- 15. 21-23], o pároco assinalou que, com Jesus, podemos aprender que o homem não é apenas a aparência que vemos em primeiro momento, mas também é alma e espírito: “o homem exterior que vemos hoje, no evangelho, se confronta com o homem interior. É a pessoa que existe dentro de cada um de nós, o homem espiritual”, apontou.

A exortação do pároco para a assembleia lotada de fieis foi sobre o equilíbrio entre o cuidado com a aparência externa e o cultivo, também, da “aparência interior”: “vivemos em tempos em que se cuida muito da do externo, mas se esquece muito do homem que mora em cada um de nós. É sobre esse homem que Jesus vem falar no Evangelho”. Conforme a narração da sagrada escritura, os discípulos de Jesus não lavavam as mãos antes de fazerem a refeição. Isto era, para os fariseus e mestres da Lei, motivo de questionamento sobre o porquê de os discípulos não seguirem a tradição passada pelos antigos. “Jesus Cristo vem dizer que o que suja verdadeiramente o homem é aquilo que sai do homem. Ele vai elencar uma série de situações como a inveja, a ganância e a corrupção que, de fato, sujam o homem. Tantas coisas que não estão no nosso exterior, mas que está dentro do nosso espírito e sujam verdadeiramente. ”, disse.

Por fim, alertou da necessidade do bom preparo para a participação na Santa Missa, conforme a linha de raciocínio do Santo Evangelho: “não podemos esquecer de prepararmos o homem espiritual para a Santa Missa. O homem interior está mal vestido quando traz em si as marcas da inveja, da ganância. Devemos nos preocupar também com a nossa dimensão espiritual para participarmos do grande banquete da nossa salvação. Cristo vem dizer que devemos atingir o equilíbrio entre o homem exterior e o interior. Não somos apenas corpo, mas espírito. Eis a mensagem do evangelho de hoje que somos convidados a levar“, completou.

Fortalecidos pela sagrada comunhão e após os ritos finais da missa, os fiéis puderam contemplar de perto a nova cadeira presidencial, enquanto o coral do Encontro de Casais com Cristo – ECC entoava a última canção.

Por Patrícia Mirelly/Assessoria de Comunicação, com texto e fotos da Pastoral da Comunicação de Mauriti

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Redes Sociais

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!