Eis a tua Mãe: em procissão, devotos rendem louvores à padroeira de Juazeiro

“Eis a tua Mãe. Daquela hora em diante, o discípulo a acolheu consigo”. Assim descreve São João, no Evangelho deste sábado, dia 15 de setembro. Nessa passagem, as palavras proferidas por Jesus, do alto da Cruz, apontam que a maternidade de Maria alcança também a todos, sem distinção.

Em Juazeiro do Norte, os milhares de romeiros que para lá acorrem, a cada ano, sabem disso. Por isso fazem questão de sair às ruas, em procissão solene, numa demonstração pública da forte experiência espiritual com Deus, por intermédio de Nossa Senhora, a quem carinhosamente invocam sob o título de “Mãe das Dores”. Essa devoção, que atravessa séculos, foi motivada pelo próprio patriarca do município, Padre Cícero Romão.

Ao cair da tarde deste sábado (15), tendo à frente a Imagem da Virgem Santíssima no carro-andor, todo ornado com a beleza e o encanto das flores, a procissão teve duração de quase duas horas e meia. Nesse itinerário, os fiéis entrelaçaram lembranças, lágrimas e sorrisos.

“Se eu for contar as vivencias daqui, desde o meu pai, que vinha a pé, pra mim é muito emocionante”, disse a alagoana Maria Neuza. “Eu tô no céu”, expressou, a plenos pulmões, aposentada Zilda Maria da Conceição, também alagoana. Outros, como Maria de Lourdes, de Juazeiro do Norte, não conseguiram conter as lágrimas diante da passagem do carro-andor: “É lindo”. A paraibana Maria das Graças não pode participar da procissão, mas partilhou do mesmo sentimento: “Todo ano eu venho, nunca parei uma vez, e me emocionei demais”.

O pastor diocesano de Crato, Dom Gilberto Pastana, junto ao reitor da Basílica Santuário, Padre Cícero José e demais sacerdotes – de perto e de longe – guiou o cortejo. Para o bispo, é assim, espiritualmente unidos a Nossa Senhora das Dores, que os fiéis também renovam o “sim” ao Deus que escolheu o caminho da Cruz para salvar a todos.

Festa e Romaria

Após vinte dias dedicados à Mãe das Dores com missas, procissões, ofícios e recitação de terços, chegou ao fim neste sábado (15) mais uma festa e romaria, com a bênção do Santíssimo Sacramento, seguido de show pirotécnico. Esses festejos do mês de setembro, abrem o chamado “ciclo de romarias”, que culmina com a Romaria de Candeias, no mês de fevereiro.

Dados apresentados pela Sala de Informação ao Romeiro, apontam que cerca de 24.162 devotos estiveram em Juazeiro do Norte nesta Festa e Romaria de Nossa Senhora das Dores deste ano.

Texto: Patrícia Mirelly

Fotos: Rozelia Costa

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Redes Sociais

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!