Dom Gilberto abençoa novo altar em capela de comunidade rural de Porteiras

Ao final da tarde dessa quinta-feira, dia 9 de novembro, dom Gilberto Pastana esteve na comunidade do Jatobá, localizada a sete quilômetros da Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição, em Porteiras, onde presidiu a Missa com a bênção do novo altar e a entronização do Santíssimo Sacramento.

“Dia festivo e marcante para a nossa comunidade”, assim definiu o coordenador Alfredo Luiz Tavares. É que ao longo da história muitas coisas aconteceram, como o desmoronamento da pequena capela, em 1985, devido as fortes chuvas, o reerguimento da mesma em regime de mutirão e a reforma do templo, concluída há quinze dias. “A presença de dom Gilberto aqui vem coroar o nosso trabalho”, continuou.

A celebração, rica em significado, teve o rito de dedicação do altar após a liturgia da palavra, conforme o Pontifical Romano. Foi rezada a Ladainha de Todos os Santos, feita a introdução da relíquia da italiana, Beata Maria Pia Mastena, “para mostrar que os santos consumiram sua vida com Cristo, sendo também nós chamados a oferecer nossa vida, com Ele, na eucaristia”, explicou padre José Sampaio, pároco.

Logo após, dom Pastana rezou a oração consacratória, fez a unção do novo altar com o óleo do crisma e o incensou. Depois duas pessoas da comunidade limparam o altar que foi coberto com uma toalha de renda, preparada para a ocasião. Em seguida foram colocadas as velas e o crucifixo em cima do altar. O padre Vileci Basílio Vidal acendeu as velas. Foram colocamos também dois ramalhetes de flores, um aos pés do altar e outro no ambão. Assim foi concluído o rito, dando continuidade a celebração com a liturgia eucarística.

Dom Gilberto ressaltou a relevância dessa celebração recordando que Jesus celebrou a eucaristia em uma mesa. “Foi nessa páscoa que Jesus nos ofereceu seu corpo e seu sangue”, disse. O bispo ainda falou da importância do templo como casa de oração, mas também de cada pessoa como templo do Senhor. “O templo é uma casa de encontro orante, onde visitamos e nos reunimos para escutarmos o Senhor, conversar sobre seus ensinamentos e o que Ele nos diz. A casa do Pai é a nossa casa, onde visitamos para nos alimentar do sangue e corpo de Cristo, mas também todos nós somos templos do Senhor, todos nos tornamos sacrários. A eucaristia nos garante a certeza da vida em Deus. É na eucaristia que Jesus se faz alimento para nós”, afirmou.

Ao final da celebração foi feita a entronização do Santíssimo Sacramento no sacrário da capela.

Novos ministros

Nessa celebração também aconteceu a instituição de três novas ministras extraordinárias da comunhão eucarística. Até então só o coordenador exercia essa missão.

As escolhidas e apresentadas à comunidade foram: Maria Elza Barbosa de Paiva, Fátima Tavares de Souza e Francisca Adelina dos Santos Souza. “Recebemos esse chamado e aceitamos. Esperamos que Jesus nos dê força e coragem pra gente seguir fazendo a vontade d’Ele nessa missão”, disse Elza.

Destacamos da missão do ministro eucarístico o compromisso de levar a eucaristia aos fiéis, em especial, aqueles que por alguma enfermidade não podem participar das celebrações.

 

Por: Jornalista Patrícia Silva (MTE 3815/CE)

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Redes Sociais

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!