Diáconos Permanentes realizam retiro espiritual

A celebração da Santa Missa na manhã do último domingo, 09 de setembro, marcou o fim do retiro espiritual dos Diáconos  Permanentes (ministério concedido também a homens casados) da Diocese de Crato, que teve início na quinta feira, dia 06, no Centro de Expansão Dom Vicente de Araujo Matos, em Crato. O orientador foi o Padre Cícero Luciano, reitor do Seminário Propedêutico. Participaram 32 diáconos e 7 esposas.

O Tema Refletido foi “A vocação e a missão do Diácono e o convite à santidade”, inspirado na Exortação Apostólica GAUDETE ET EXSULTATE, do Papa Francisco. O pregador motivou os participantes a fazerem uma jornada de oração, meditação, convivência e partilha.

“Antes de momentos importantes de sua missão messiânica, Jesus se retirava para rezar. Os dias atuais são muito agitados e nós somos consumidos por diversas coisas que temos que fazer no dia-a-dia. Chega uma hora que precisamos parar, para revigorar as forças, renovar o espirito e fortalecer a vocação e missão. Nada melhor que um retiro para romper com a rotina”.

O retiro é um tempo de cultivo intenso de Deus pela meditação, pela oração e a contemplação. É uma experiência de reconciliação com Deus, com o próximo, consigo mesmo e com toda a natureza criada.

Os Diáconos e esposas voltam para suas comunidades fortalecidos no amor de Deus e mais preparados para o exercício do seu ministério, no amor a Cristo que cuida de seu povo.

“Peçamos ao Espírito Santo que infunda em nós um desejo intenso de ser santos para a maior glória de Deus; e animemo-nos uns aos outros nesse propósito.” (Papa Francisco – Gaudete et Exsultate- nº 177). 

Para saber mais:

Na Igreja, o Diaconato pode ser recebido de forma transitória ou permanente. No caso dos diáconos permanentes, estes podem ser homens casados As esposas, por sua vez, precisam autorizar formalmente que os maridos sejam diáconos. E, depois de ordenados, esses homens não podem mais se casar. Se ficarem viúvos, têm a opção de permanecerem diáconos ou se candidatarem ao sacerdócio, mesmo que em idade já avançada.

Por Patrícia Mirelly/Assessoria de Comunicação com informações e fotos enviadas pelo Diácono Cory Cavalcante

 

 

 

 

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Redes Sociais

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!