A procissão teve início logo após a missa. (Foto: Patrícia Silva)

Devotos, em júbilo, festejam Nossa Senhora do Rosário

Logo na entrada do distrito do Rosário se percebia que a comunidade estava em festa: era o encerramento das celebrações em honra a Nossa Senhora do Rosário, padroeira da localidade, que recepciona aqueles que vão de Missão Velha em direção a Milagres com uma bonita Capela, logo após a ponte.

A alegria foi manifestada pelas dezenas de fiéis que participaram da missa solene presidida, às 16h, pelo bispo dom Gilberto Pastana e concelebrada pelos padres Ronaldo do Nascimento e Francisco Georgerlanio de Brito. O novenário teve início dia 12 de outubro e foi concluído neste domingo, 21 de outubro, Dia Mundial das Missões.

A presença do bispo veio coroar os dias de celebração. “Durante todos os dias a programação foi muito intensa e se torna ainda maior porque, hoje, estamos contando com a presença do nosso pastor diocesano. É uma honra para nós recebê-lo pela primeira vez. Estamos radiantes de alegria porque estamos vivendo um momento muito grande de espiritualidade e a presença dele vem nos fortalecer ainda mais”, disse Maria Cidenia Alves de Freitas.

Após a missa os devotos seguiram em procissão pelas ruas do distrito, com a imagem da santa padroeira. No percurso dom Pastana saudava os moradores, abençoava idosos e crianças, agradecia aqueles que prepararam um altar na calçada de suas casas para aguardar a procissão passar. Retornando à Capela foi dada a bênção do Santíssimo Sacramento.

Ainda pela manhã houve a alvorada festiva e uma missa. A tarde, antes da celebração solene, também aconteceu a celebração de batizados e consagração a Nossa Senhora.

Confrontar a vida com o desejo de Deus

Refletindo a liturgia do dia e a temática da festa que este ano foi “Virgem do Rosário luz dos aflitos, consolo dos pobres”, dom Gilberto .

“Se nós pudéssemos resumir, em uma palavra, o que acabamos de escutar nas leituras, seria serviço. Nossa vontade deve ser a vontade do Senhor, deve ser a defesa da vida enquanto dom de Deus, a defesa das condições da vida. Quando nós entendemos que a nossa vida é serviço, é sinal de que nós começamos a seguir os ensinamentos do Senhor, mas esses ensinamentos são contínuos, quanto mais nós servimos, mais nós vamos entendendo a nossa missão e o reino. Estamos encerrando esta festa de Nossa Senhora do Rosário e quem foi Nossa Senhora se não Serva de Deus? Uma mulher que colocou sua vida a serviço do reino, ‘eis aqui a serva do Senhor, faça-me em mim a sua vontade’”, disse.

Acrescentando, o bispo estimulou os fiéis a confrontarem suas vontades com a vontade de Deus. “Nós só mudamos, quando confrontamos nossos pensamentos, desejos e ideias com os do Senhor. É nesse confronto que somos capazes de decidir: ou mudo e me torno discípulo do Senhor ou continuo me distanciando do Senhor. Jesus aproveitou todos os doze para revelar a eles a contradição entre o mundo presente e o querido por Deus. É bom nós, a partir dessa comparação de Jesus, também vermos a comparação do mundo em que vivemos e o querido pelo Senhor. Sabemos que o mundo é desonesto, mentiroso. O mundo é uma competição desigual. Devemos buscar viver as qualidades do reino. Jesus revela que quem quiser ser o primeiro deve ser o ultimo. Ele mesmo disse que o filho do homem não veio para ser servido, mas para servir”, continuou.

O bispo também refletiu sobre a situação pela qual o povo brasileiro está passando. “Estamos vivendo um momento muito difícil: famílias se dividem por causa dos candidatos, paixões loucas, propostas absurdas. Devemos refletir os riscos que estamos correndo, o que será o dia de amanhã. Nossos critérios são critérios de Deus? Quem quer servir? Quem pensa no todo e não nas partes? Quem quer ajudar a nação toda e não apenas as classes poderosas? O que significa armar a população? Quem ganha com isso? Quantas empresas vão se enriquecer com isso? E quem disse que arma na mão do povo garante paz? O que garante paz é Deus no coração, é o desejo de servir, de amar, o respeito a pessoa humana, o diálogo e não o desejo de crescer, de ser dono de tudo. Temos que ir ligando nossa vida com os ensinamentos do Senhor”, disse.

O bispo finalizou pedindo aos fiéis que rezem a Deus, pela intercessão de Nossa Senhora, que motive a vida de todos para viverem sempre, em comunidade, os valores do seu reino.

 

Por: Jornalista Patrícia Silva (MTE 3815/CE)

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Redes Sociais

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!