Momento de discussão; (Foto: Alex Ferreira)

Conser da CNBB Regional NE 1 discute Documento de Fortaleza, “Cremos, por isso falamos” (2 Cor, 4, 13)

“Nós nos encontramos aqui hoje para celebrarmos a vivencia de nossas Igrejas particulares”, com esta afirmação dom Gilberto Pastana, bispo da diocese de Crato, acolheu os participantes do Conser da CNBB Regional NE 1, na missa que abriu os trabalhos desta terça- feira, dia 30 de outubro, na Casa de Retiros das Irmãs Josefinas, localizada em Fortaleza- CE.

O encontro tem como principal discussão o Documento de Fortaleza, “Cremos, por isso falamos” (2 Cor, 4, 13), elaborado pelos bispos dos cinco regionais do Nordeste durante reunião, na capital cearense, dias 7, 8, 9 e 10 de agosto.

“Esperamos que este documento venha nos ajudar a incrementar, mais ainda, os nossos Planos Diocesanos de Pastoral, que já estão fundamentados nas Diretrizes Gerais para Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil. Este documento vem para iluminá-los. Estamos com esta esperança, de aprofundar nossa missão evangelizadora no Nordeste”, disse dom Antônio Cavuto, secretário da CNBB Regional, sobre a expectativa da realização desta edição do Conser.

Elaborado atento aos desafios da missão que, provocado pelas atitudes de Jesus e animados pelo testemunho dos santos, convoca os fiéis a assumirem um caminho de renovação pastoral, o documento apresenta o que ficou conhecido como o decálogo de compromissos a serem assumidos a partir de uma Igreja centrada na pessoa de Jesus Cristo, missionária, sinodal, despojada e samaritana, honesta e transparente, atenta aos jovens, consistente em sua identidade e aberta ao diálogo, construtora e promotora da vida, profética e sacramento do Reino de Deus.

“O documento se inspira em uma reflexão realizada a partir da memória sobre a evangelização no Nordeste, como todos os desafios para atualizar nossa resposta, considerando tudo aquilo que já foi feito. Temos esperança que não seja apenas mais um documento para ser lido e engavetado, mas seja uma proposta para ser assumida e vivenciada. Queremos, com este Conser, que é um espaço de reflexão, assumir os encaminhamentos. Esperamos que desta reunião saiam encaminhamentos mais concretos de como aplicar estes decálogos a nossa vida em nossas dioceses”, falou dom André Vital, um dos relatores do documento.

O Conser teve início nessa segunda- feira, com a reunião privativa dos bispos. Hoje, segundo dia, é somada a participação de padres, religiosos, religiosas e leigos representantes das Comissões, Pastorais e Organismos da Igreja do Ceará. A programação segue até amanhã, ao meio dia.

Para acessar o documento na íntegra clique aqui.

 

Por: Jornalista Patrícia Silva (MTE 3815/CE)

 

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Redes Sociais

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!