Cem anos do Bispo da Ação Social: “Ao vencedor darei o maná”

Nesta segunda-feira, dia onze de junho, toda a diocese, em festa, louva e bendiz a Deus pela vida de seu terceiro bispo, dom Vicente de Paulo Araújo Matos, no âmbito de seu centenário.

Para coroar tão grande data, depois de uma semana de celebrações alusivas, com as devidas honras àquele que ficara conhecido como o “Apóstolo da Ação Social”, no altar do Senhor foram depositadas as mais vivas ações de graças pelas obras tantas empreendidas em favor da edificação espiritual e cidadã desta pequena porção do povo de Deus no Sul do Ceará.

Na Sé-Catedral Nossa Senhora da Penha, Igreja Mãe da Diocese de Crato, o coro dos seminaristas, acompanhado da imponência do órgão, anunciava quão solene era a cerimônia presidida pelo bispo dom Gilberto Pastana, concelebrada por diversos padres.

“Hoje, dia que marca o seu nascimento, nós queremos agradecer a Deus a vida deste grande bispo, deste grande homem que contribuiu – e muito – para esta cidade do Crato e também para a nossa diocese”, disse o pastor diocesano, o terceiro a suceder dom Vicente.

“Essa alegria que nós estamos sentindo aqui, ele está sentindo lá no céu. A programação que foi elabora está sendo cumprida e, aos poucos, a gente vai desenvolvendo outras, porque a nossa intenção é concluir tudo isso em seis de dezembro, quando serão celebrados os vinte anos de sua páscoa eterna”, acrescentou padre José Vicente Pinto, vigário-geral da diocese e integrante da comissão que preparou o centenário.

Monsenhor João Bosco Cartaxo, igualmente jubiloso ao recordar o tempo em que convivera com o terceiro bispo de Crato, considerou: “Aos quatorze anos, quando fui enviado ao Seminário, ele chegava ao Crato, como bispo auxiliar, e foi muito marcante em minha vida. E a gente o admira por todo trabalho social, evangelizador e só pode agradecer a Deus”.

Homenagem perene

As comemorações aos cem anos do bispo da ação social se estenderam após a Santa Missa, em sessão solene no Salão de Atos da Universidade Regional do Cariri. Na ocasião, a Câmara Municipal do Crato rendeu a ele perene homenagem: a sansão de uma lei batizando com seu nome a avenida que liga o bairro Mirandão ao bairro Nossa Senhora de Fátima.

Por Patrícia Mirelly/Assessoria de Comunicação

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Redes Sociais

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!