Momento da unção com o óleo do crisma. (Foto: Patrícia Silva)

Após catequese com inspiração catecumenal, fiéis da Paróquia São João Bosco recebem o sacramento da Crisma

Durante celebração eucarística presidida por dom Gilberto Pastana e concelebrada pelo padre Francisco das Chagas Alves, na Paróquia São João Bosco, em Juazeiro do Norte, na noite dessa quinta- feira, dia 25 de abril, 116 fiéis, que passaram pela catequese com inspiração catecumenal através do Ritual de Iniciação a Vida Cristã (RICA), receberam o sacramento da Crisma.

A preparação, que teve início em janeiro de 2018, contou com Retiros Espirituais, momentos celebrativos como a Celebração de Entrada, do Creio, do Pai- Nosso, da Eleição e dos Escrutinos, e também encontros formativos, dentre eles, os relacionados ao tema da Campanha da Fraternidade.

“Antes, a catequese era só formações. Hoje ela tem os períodos de formação, mas tem o período do Querigma, do anúncio da boa nova, onde eles são entusiasmados a seguir a Cristo, antes de começarem as formações que é toda litúrgica. A cada passo que eles vão dando, automaticamente, vão celebrando também estes momentos que ficam mais gravados no coração deles. Eles não só são formados, mas vivenciam a formação”, avaliou o coordenador paroquial da catequese, Cícero Júnior, sobre o uso do RICA na formação.

É importante ressaltar que para os 116 fiéis que confirmaram o batismo nesta noite, receber o sacramento da Crisma não foi a conclusão do período de catequese. Agora eles ingressam na Mistagogia, onde são inseridos no Mistério de Cristo. Só em Pentecostes, onde acontecerá uma celebração que deve marcar o engajamento deles nas pastorais e movimentos da Igreja, é que será dado por finalizado o processo catequético.

Receber o Espírito de Deus para viver bem a Páscoa

Na homilia, refletindo a importância da celebração acontecer na oitava da Páscoa, dom Gilberto falou sobre a necessidade da opção pelas coisas do alto e de seguir os ensinamentos de Jesus Cristo, impulsionados pelo Espírito Santo de Deus. “Pedir o Espirito de Deus e ser conduzido por este Espirito não é fácil. Ser cristão, abrir mão do meu jeito de ser para ser como Deus quer, isso é pascoa, é vida nova, ressurreição, nascer de novo. Quando nós acolhemos os ensinamentos de Jesus, segundo o evangelho de hoje, nós vivemos eternamente. É o Espirito Santo que nos motiva a sermos seguidores do Senhor”, disse.

O bispo ainda fez uma indagação: “Em que consiste a vida eterna?”. A esta pergunta ele respondeu: “Consiste em seguir Jesus. A vida eterna não é só depois da morte. É aqui e agora que já começamos a viver ou o céu ou o inferno. Isso depende da maneira como nos relacionados com as pessoas. Tem gente que não gosta só de viver no inferno, mas de fazer da vida dos outros um inferno e está muito distante da vida de Deus”.

Dom Gilberto também manifestou alegria em acolher os novos crismados. “Que bom termos aqui 116 pessoas que, espero eu, tenham refletido bem para que aquilo que hoje vão receber tenha consequência em sua vida, afinal, hoje, vocês possibilitam, dão a liberdade para que o Espirito de Deus comande a vida de vocês e é esse Espirito que faz nova todas as coisas. Queremos, com alegria, acolher a todos vocês e quero, nesta celebração, testemunhar este ato, esta manifestação do Espirito de Deus na vida de vocês que receberão este sacramento. O Espirito pousa naquele coração acolhedor”, falou.

Todos os crismados, que pertenciam a 6 comunidades da paróquia, e seus catequistas foram presenteados com um exemplar do livro “Eu Creio”      .

Por: Jornalista Patrícia Silva- MTE 3815/CE

 

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Redes Sociais

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!