Momento da unção com o óleo do crisma. (Foto: Patrícia Silva)

“Acolher os jovens na comunidade”, foi o pedido de dom Pastana durante crisma em Jati

Chegamos ao final de mais um ano. Dois mil e dezoito já está bem próximo. Vislumbrando o novo, no tempo e na vida, dom Gilberto Pastana confirmou no batismo, durante a manhã deste sábado, dia 23, cento e dez jovens da Paróquia Senhora Santana, em Jati, manifestando o desejo de que, após o sacramento, eles permaneçam a serviço da evangelização e de que a comunidade os acolha, contribuindo assim para que os crismados não se desvirtuem do caminho da salvação.

“Acolham esses jovens na comunidade e ofereçam para eles a possibilidade de continuarem no crescimento de fé, engajados no caminho do Senhor, nunca trocar esse caminho. Tem tanto trabalho na comunidade. A muito que fazer e a ser criado que vai depender das necessidades de cada realidade”, disse o bispo aos membros da comunidade que, como resposta positiva ao pedido, deu uma calorosa salva de palmas.

Dom Pastana ainda destacou a importância da renovação de vida que os crismados terão a partir de hoje, e a importância da consciência que os mesmos devem ter para que o Espírito Santo aja em suas vidas. “Certamente vocês ao saírem daqui não serão mais os mesmos de quando entraram. O Espírito de Deus provoca mudança em nossa vida, caso contrário, para que recebê-lo se nossa vida não vai modificar para melhor? Teremos algo mais, pois o sacramento é um sinal sagrado de Deus em nossa vida”, falou.

Para chegarem a este momento, os jovens passaram por um ano de catequese onde tiveram um contato maior com a doutrina Católica. Assim, buscando saber mais, a jovem Rozeani Soares disse que permanecerá na missão e, como gosta de crianças, já sabe onde se engajará: catequese da primeira eucaristia. “Aprendemos a viver melhor os sacramentos, a nos aproximar mais de Deus e deixar o Espírito Santo agir em nossa vida. Quero contribuir para que mais pessoas sintam a emoção que estou sentindo hoje”, falou.

A missa, que iniciou às 9h sendo concluída próximo ao meio dia, foi concelebrada pelos padres Francisco Amós Macêdo, Joaquim Cláudio de Freitas e o monsenhor Nicodemos Benício.

 

Por: Jornalista Patrícia Silva (MTE 3815/CE)

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Redes Sociais

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!